Gareca no jogo de hoje

Gareca, durante o duelo contra a França (Foto: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT / AFP)

LANCE!
21/06/2018
15:35
Ecaterimburgo (RUS)

Mesmo com dois bons jogos nas primeiras rodadas, a seleção peruana não conseguiu conquistar pontos e acabou eliminada da Copa do Mundo da Rússia. A derrota para a França, nesta quinta-feira, sacramentou a queda. Após a partida, o técnico Ricardo Gareca elogiou a garra de seus jogadores.

- Obviamente estávamos esperando um resultado diferente, mas estou orgulhoso com o que fizemos, o time deu tudo no campo. Fizemos isso na estreia também. Temos mais um jogo e precisamos dar nosso melhor por todos os torcedores que viajaram até aqui. Viemos com uma expectativa diferente. Em termos gerais, não tenho nada para falar de meus jogadores - disse.

- Não conseguimos marcar, mas tivemos um pouco de controle do jogo. Será uma lição muito valiosa para nós, para o time competir nesse nível. De uma forma geral, é positivo apesar do resultado. Sempre somos ambiciosos. Com o tempo, nos fará mais fortes - terminou.

Os torcedores do Peru lotaram as partidas da equipe. Em Ecaterimburgo, inclusive, o estádio estava praticamente lotado pelos peruanos, que cantaram o jogo inteiro. 

- Essas pessoas são incríveis. Se tem algo que me machuca e o time todo é o que vemos. Os torcedores estavam muito entusiasmados. As pessoas estavam nos seguindo, estamos tristes de já estarmos eliminados. Queríamos dar um torneio melhor, mas demos tudo de nós. Agradecemos os torcedores. As pessoas ficam surpresas com o amor que os peruanos trouxeram para a Copa. É algo único. Não pudemos retornar a confiança como queríamos, mas faremos todo o possível para pelo menos terminar melhor no último jogo e celebrar ao menos uma vitória - completou Gareca.


Veja outros trechos da coletiva:

PROBLEMAS PARA FAZER GOLS E GUERRERO

- Nos últimos dois jogos, tivemos 10 oportunidades. Hoje não jogamos tão na frente quanto contra a Dinamarca, criamos boas chances. É difícil chutar a gol em uma Copa. O time tentou e poderia vencer. Vamos reconhecer que os adversários fizeram bem seu dever de casa.

Tivemos chances claras de gols. Infelizmente, algumas vezes os jogadores não estão em um bom dia. Meus jogadores deram tudo. Paolo Guerrero fez o que pôde. Claro que ele não estava com muito ritmo, mas estamos falando de um ícone nacional. Ele fez o melhor que pôde. É preciso lembrar que ele teve muito desgaste por conta do julgamento. Ele deixou tudo no campo.

FRANÇA

- A França é um time dinâmico e forte. É difícil jogar contra eles. Estavam jogando com uma tática muito aplicada para neutralizar o Peru, o que estava um pouco invisível nas outras partidas. Eles corrigiram o estilo durante o jogo. Isso prova que são bons.

VIDA APÓS A COPA

- O Peru está embarcando em uma nova fase. Temos muito suporte em nosso país. Agora as pessoas perceberam que temos potencial. Trouxemos jogadores jovens e agora eles entenderam o que é jogar uma Copa do Mundo. Esse processo foi de muito aprendizado para muitos deles depois de tantos anos de trabalho duro. Temos um futuro brilhante. Se recebermos o apoio que merecemos, podemos evoluir muito.