LANCE!
30/06/2018
18:41
São Paulo (SP)

Aos 33 anos de idade, Cristiano Ronaldo se despediu da Copa do Mundo na Rússia, nas oitavas de final, com a derrota por 2 a 1 para o Uruguai, neste sábado. No próximo Mundial, no Catar, ele terá 37 anos. E prefere ainda não responder se continuará defendendo Portugal.

- Agora não é o momento para falar do futuro. Tenho certeza absoluta de que a seleção seguirá sendo uma das melhores do mundo, com grandes jogadores, um grupo fantástico, jovem, com ambição enorme para triunfar. Estou confiante e contente porque sei que a seleção estará sempre com força máxima - comentou o atacante, controlando suas palavras, claramente.

- A organização surpreendeu de forma positiva. O torneio está muito bem estruturado, com muita segurança. Saio contente porque, se as coisas não foram como queríamos, foram muito boas. Estamos de cabeça erguida, Portugal vai continuar ganhando coisas - insistiu.

Pela seleção principal, CR7 tem como maior conquista o título da Eurocopa, na última edição do torneio, em 2016. Daqui dois anos, aos 35, ele poderia disputar a próxima Eurocopa e, daqui quatro, aos 37, atuar na Copa do Mundo no Catar. Ele sempre comentou que pretendia jogar, ao menos, até os 40.

Cristiano Ronaldo deixa a Copa do Mundo com quatro gols feitos (três contra a Espanha e um sobre Marrocos) e um pênalti perdido, diante do Irã. E carregando a marca de ser um dos quatro únicos na história a balançarem as redes em quatro edições diferentes do Mundial, igualando-se a Pelé e aos alemães Seeler e Klose.