França x Croácia - Taça - Griezmann

Griezmann com a taça de campeão do mundo da França (Foto: JEWEL SAMAD / AFP)

Thiago Salata
15/07/2018
16:54
Enviado especial a Moscou (RUS)

Um fato inusitado interrompeu a entrevista coletiva de Griezmann, escolhido o melhor em campo na vitória por 4 a 2 da França contra a Croácia na final da Copa do Mundo. Um jornalista uruguaio pegou o microfone e, ao invés de fazer uma pergunta ao atacante, o parabenizou e lhe deu a bandeira do Uruguai.

O francês aceitou o presente, a colocou nas costas e seguiu a entrevista "embrulhado" na bandeira. Griezmann já se manifestou várias vezes elogiando o Uruguai. O zagueiro Godín, companheiro de Atlético de Madrid (ESP), é padrinho de sua filha. Griezmann também é fã de mate, bebida típica do país. O francês se profissionalizou no Real Sociedad (ESP) com um treinador do Uruguai e também recebeu muito apoio de Carlos Bueno, uruguaio do time.

Griezmann marcou um gol contra o Uruguai nas quartas de final da Copa do Mundo e não comemorou. Um outro jornalista uruguaio pegou o microfone para dar parabéns ao jogador pela conquista da Copa. Na entrevista, o camisa 7 da França respondeu sobre o título mais importante de sua carreira.

- Honestamente, eu ainda não consegui assimilar o que isso representa. É uma alegria, estou muito orgulhoso deste time, dos jogadores, da comissão técnica, dos médicos. Nós somos um grupo realmente unido, temos reservas e titulares que pensam e trabalham da mesma forma. Nós somos história, vamos para a festa agora e amanhã para a festa com o povo francês - afirmou o atleta.

Confira mais respostas de Antonie Griezmann na sala de imprensa do Lujniki:

Gol de pênalti após o VAR
"Eu fiquei quieto no meu canto enquanto o árbitro decidia pelo pênalti, tentei me manter calmo e concentrado. Normalmente bato os pênaltis. Estou muito feliz pela conquista do time, por ser campeão do mundo."

Formação do time campeão 
"Muitos jogadores mudaram da Euro para cá. Novos jogadores chegaram e isso foi muito bom para nós. Pavard, Lucas, Mbappé, foi muito positivo, eles trouxeram muito valor à equipe. Nós vivemos juntos desde o início, eles nunca desanimaram, trabalharam muito conosco. É uma força. O técnico estava certo, fez as análises corretas, estou muito orgulhoso."

Bola de Ouro da Fifa
"Não estou pensando na Bola de Ouro, estamos vendo o que está acontecendo, ainda tenho uma Supercopa para jogar, espero ter uma grande partida pelo meu clube. Neste momento eu realmente quero desfrutar, prazer com todo o país, ter descanso e estar pronto para a Supercopa. A Bola de Ouro não está em minhas mãos."

Seleção multicultural
"É a França que nós amamos. Diferentes origens, mas todos unidos. Há muitos jogadores de diferentes origens, mas o mesmo estado mental, jogamos pela mesma camisa, pelo nosso país, tudo que temos, é muito bonito ver isso, todos pelo mesmo."

União do time
"Somos um time forte e unido. Tenho extraordinários companheiros, estamos entrando para história do futebol francês, ainda não realizamos o que é isso, mas estamos orgulhosos. Temos que desfrutar agora, levar uma boa imagem da França e dos jogadores para muitos jovens atletas tentarem fazer o mesmo."