Itália campeã do mundo em 1938

Itália conquistou sua segunda Copa do Mundo, na França, em 1938 (foto: Fifa.com)

LANCE!
19/06/2018
10:00
São Paulo (SP)

Ausência na Copa do Mundo de 2018, a Itália festeja nesta terça-feira os 80 anos de seu segundo título mundial, conquistado em 19 de junho de 1938, com vitória por 4 a 2 sobre a Hungria na final, repetindo o feito da Copa de 1934, vencida também pela Azzurra, em casa. Os italianos fecharam a campanha do bi com 100% de aproveitamento: quatro vitórias em quatro jogos.

Antes de chegar à decisão, a Itália venceu Noruega (2 a 1, na prorrogação), França (3 a 1) e Brasil (2 a 1). Todas as fases eram eliminatórias num Mundial que contou com 15 equipes e teve 18 partidas em território francês, sendo três delas de desempate (critério utilizado quando havia empates em tempo normal e prorrogação). Esta é a única Copa do Mundo, até hoje, que contou com a participação de Cuba, que acabou eliminada na segunda fase após sofrer um massacre por 8 a 0 para a seleção da Suécia.

Foi na Copa de 1938 que Brasil e Itália se enfrentaram pela primeira vez em Mundiais (total de cinco confrontos, com duas vitórias para os brasileiros, duas para os italianos e um empate - final em 1994, vencida nos pênaltis pela Seleção). O craque do Brasil, Leônidas da Silva (artilheiro do torneio com oito gols), machucado, não enfrentou a Itália na semifinal. Sorte do time de Silvio Piola, autor de cinco na campanha italiana.

Giuseppe Meazza, capitão e craque italiano, era o grande nome dos campeões mundiais. Hoje, ele batiza o estádio de Milão, usado por Internazionale e Milan. Meazza, ao receber a taça Jules Rimet, fez saudação facista, uma obrigação na época - anos depois ele participou do movimento que ajudou a tirar do poder o ditador Benito Mussolini. O mundo respirava um clima bélico em 1938, um ano antes do início da Segunda Guerra Mundial, que durou de 1939 a 1945 e impediu a realização das Copas de 1942 e 1946.

As conquistas seguintes dos italianos demoraram a acontecer, em 1982, na Espanha, e em 2006, na Alemanha. A Azzurra tem as mesmas quatro taças os alemães e só perde para o Brasil, dono de cinco títulos.