Chamusca - Botafogo x Resende

Marcelo Chamusca é o treinador do Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Sergio Santana
19/03/2021
05:00
Rio de Janeiro (RJ)

Dez contratações depois, o Botafogo ainda considera que o elenco precisa melhorar e, desta forma, ainda observa o mercado. A diretoria do clube de General Severiano almeja, ao menos, mais três contratações visando a temporada, que passam por defesa, meio-campo e ataque.

+ O desafio de Jorge Braga: CEO é 'porta de entrada' do Botafogo ao profissionalismo

Inicialmente, o Alvinegro pretende trazer novos nomes para as duas laterais. O flanco esquerdo, contudo, aparece com mais prioridade: Guilherme Santos, titular da posição, ainda não está 100% fisicamente, e Hugo, reserva imediato, está machucado. Sousa, zagueiro de origem, vem atuando de maneira improvisada no setor.

O lado direito também é visto como algo a ser observado, mas já foi reforçado por Jonathan, que chegou junto ao Coritiba. Os outros nomes da posição - Kevin, Federico Barrandeguy e Gustavo Cascardo -, contudo, não aspiram confiança internamente.

Um meio-campista avançado - uma espécie de "camisa 10" - aparece como uma das prioridades do Botafogo no mercado. Apesar da iminente chegada de Ricardinho, que também pode atuar mais recuado, a diretoria entende que o setor pode ser reforçado por um nome que seja do crivo do treinador Marcelo Chamusca.

+ Botafogo vai extrapolar teto salarial para contratar meia e atacante, afirma presidente

Por fim, um atacante de lado - que atue pelo lado esquerdo, preferencialmente - também aparece na fila de "desejos" do Botafogo. Isto, claro, partindo do princípio que nenhum jogador do atual elenco seja negociado. Matheus Babi, por exemplo, possui sondagens de equipes da Série A, mas nenhuma proposta oficial chegou ao Alvinegro.