Marcus Salum disse que só uma parceria forte pode fazer o patamar do América subir no Brasil

Marcus Salum disse que só uma parceria forte pode fazer o patamar do América subir no Brasil- (Estevão Germano/América-MG)

Valinor Conteúdo
12/08/2019
14:07
Belo Horizonte

O América, em situação difícil da Série B de 2019, venceu apenas três jogos em 15 rodadas, está trabalhando para evoluir dentro mas também fora de campo. O presidente do Conselho de Administração do Coelho, Marcus Salum, disse que o clube está avaliando a busca de um parceiro grande para o custear o clube, elevando o time americano de patamar dentro do futebol nacional.

Salum levou ao membros do conselho consultivo e deliberativos os detalhes da situação do clube e os planos para conseguir um parceiro que injete recursos no clube mineiro.

O presidente do Coelho revelou que há uma negociação com um grupo chinês podendo render um investimento de R$ 200 milhões.

-A negociação. Está em andamento. Nós estamos passando por um processo de reavaliação, chamado de valorização do que nós temos, para apresentar uma proposta. É uma possibilidade, mas, na verdade, o América está se preparando para ter um parceiro. Tomara que dê certo. Se não for esse, vai ser outro-disse o dirigente em entrevista à Rádio Itatiaia.

Salum explica que somente um plano financeira dessa magnitude poderá colocar o América entre os grandes do futebol brasileiro.

-Tem que mudar essa condição de receita imposta aos clubes do futebol brasileiro: os grandes ganham muito e os menores ganham pouco- explicou, para em seguida prosseguir:

-O América já foi cinco vezes seguidas para a Série A, mas chega lá e não tem dinheiro. Este ano estão aí Avaí, CSA e Fortaleza no mesmo caminho que o América seguiu, de não ter dinheiro para disputar a Série A- lamentou.

O presidente americano destacou a organização do clube como um fator importante para atrair parceiros que subam o patamar americano no cenário esportivo brasileiro.

-Estamos lutando para plantar uma semente e colher dessa transformação. Graças a Deus, o América é organizado o suficiente para atrair parceiros. Time sério, ético, paga suas contas, tem pouca dívida, (tem) patrimônio... então nós estamos buscando esses parceiros- destacou.

Duelo com o Cuiabá

O América volta campo no próximo sábado(17), diante do Cuiabá, às 19h, no Independência para tentar sua segunda vitória em casa, após vencer o Londrina em um emocionante 4 a 3 na última rodada. O Coelho está em 18º, com 14 pontos e caso vença o Cuiabá, sairá do Z4 da Série B.

O time comandado por Felipe Conceição terá a volta de Jonatas Belusso, que teve um choque na cabeça contra o zagueiro do Paraná, ficou desacordado, foi levado ao hospital, mas nada de grave foi constatado. Belusso não esteve em campo no triunfo sobre o Londrina e pede atenção à equipe diante do Cuiabá.

-Vamos ter um adversário difícil pela frente, que está próximo do G4. Temos que ter atenção para vencermos dentro de casa, diante da nossa torcida. Só a vitória nos interessa neste confronto-disse.