Bauza comanda jogo-treino do São Paulo (foto: Reginaldo Castro)

Bauza comandou o São Paulo pela terceira vez em testes da pré-temporada (Foto: Reginaldo Castro)

LANCE!
26/01/2016
16:34
São Paulo (SP)

Nesta terça-feira, o técnico Edgardo Bauza encarou seu terceiro teste de pré-temporada à frente do São Paulo. Em jogo-treino contra o Boa Esporte (MG), no Pacaembu, o Tricolor sofreu com a velocidade rival e com o calor, mas conseguiu controlar a partida e vencer sem sustos por 1 a 0. Para o argentino, o resultado, mesmo que magro, foi reflexo da evolução do time.

- Foi um jogo que serviu bastante para melhorar a preparação, mas a equipe ainda não está 100%. Demos mais um passo, o ritmo foi melhor do que no Paraguai (na vitória sobre o Cerro Porteño por 1 a 0, em amistoso), mas queremos aproveitar esta semana final para seguir melhorando o time. A ideia é fazer com que os atletas tenham um rendimento ainda melhor - destacou.

Outra razão para Bauza ter saído mais animado do que nos compromissos anteriores (o time ainda venceu o Juventus por 2 a 0 em jogo-treino no CT da Barra Funda) foi o golaço marcado por Bruno. Antes mesmo de ser apresentado pelo São Paulo, o técnico mostrou preocupação com os vacilos defensivos do lateral-direito, mas se rendeu à pintura desta terça.

- O gol foi lindo. Foi um presente para todos que estavam assistindo e, principalmente, para a equipe. O Bruno fez uma grande jogada e conseguiu terminar o lance com o gol. E o melhor de tudo, além disso, é que mais uma vez conseguimos terminar um jogo sem sofrer gols. Aos poucos, estamos deixando a defesa cada vez mais forte - exaltou Patón.

Jogo Treino - São Paulo x Boa Esporte Minas
Jogadores comemoram o golaço marcado pelo lateral-direito Bruno contra o Boa Esporte (Foto: Reginaldo Castro/Lancepress!)

Com o Morumbi fechado para reformas no gramado, o São Paulo deve seguir atuando como mandante no Pacaembu até o início de março. O jogo-treino desta terça serviu para que os jogadores começassem a se adaptar à casa provisória. Segundo Bauza, o gramado do estádio é mais baixo do que o do Morumbi e do CT, locais aos quais o elenco está acostumado. 

- É importante que nos acostumemos com o campo do Pacaembu, porque a grama é bem pequena, curta, e assim a bola corre muito. Na verdade, jogos-treinos como este são fundamentais para fazer a equipe pegar o jeito, aprimorar o entrosamento e conhecer melhor o gramado das partidas que virão pela frente (até sete) - argumentou o comandante argentino.