Bruno Grossi
26/01/2016
12:49
São Paulo (SP)

Na manhã desta terça-feira, no Pacaembu, o São Paulo venceu seu terceiro teste na pré-temporada. Diante do Boa Esporte (MG), que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro, o Tricolor não repetiu o bom desempenho do amistoso contra o Cerro Porteño (PAR) há uma semana, mas emplacou novo triunfo por 1 a 0. O gol foi marcado por Bruno em linda jogada individual.

O técnico Edgardo Bauza, que completa 58 anos nesta terça, apostou mais uma vez no time com Denis, Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Michel Bastos, PH Ganso e Centurión; Alan Kardec. Assim como contra o Cerro, os tricolores tiveram início confuso na marcação, mas logo colocaram em prática os exaustivos trabalhos de compactação defensiva de Patón.


A principal arma do Boa era a velocidade dos laterais, que não receberam combate de Centurión e Michel e encontraram os laterais são-paulinos expostos. Thiago Mendes e Hudson precisavam se desdobrar para fechar os espaços e Rodrigo Caio distribuiu broncas nos primeiros minutos - o zagueiro chegou a marcar gol de cabeça, anulado pela arbitragem por impedimento.

Bauza não gostou nada da primeira etapa e subiu o tom de voz para corrigir os erros da equipe no intervalo. Depois dos 40 minutos iniciais sem inspiração, o São Paulo voltou mais pilhado e não demorou a abrir o placar. Bruno saiu da direita para o meio com sequência de dribles, deixou cinco marcadores para trás e tocou de bico para balançar as redes em golaço e ser aplaudido.


Das tribunas do Pacaembu, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva assistiu ao jogo-treino acompanhado de outros cartolas e reforçou os elogios a Bruno e lamentou muito falta cobrada por Kardec que beijou o travessão. Quem também agradou foi o volante Wesley, que entrou na vaga de Hudson e aumentou a dinâmica do time. O novo camisa 11 aplicou quatro desarmes, empurrou o Tricolor para o ataque e fez a bola girar com qualidade.

Bauza comanda jogo-treino do São Paulo (foto: Reginaldo Castro)
Bauza comanda jogo-treino do São Paulo (foto: Reginaldo Castro)

Entraram ainda o zagueiro Lucão, os laterais Carlinhos e Reinaldo e os atacantes Rogério e Kieza, nas vagas de Breno, Mena, Centurión, Ganso e Alan Kardec, respectivamente. Dos reservas acionados, Rogério também ajudou a melhorar o São Paulo, com dribles agudos e finalizações perigosas. Já Kieza foi tímido e apareceu somente com bom pivô para Thiago Mendes.

Somente dois jogadores não foram utilizados por Bauza: o goleiro Renan Ribeiro e o atacante Wilder, que sentiu dores no joelho direito durante o aquecimento e iniciou tratamento ainda no gramado. Os atletas mais apagados do jogo-treino foram Ganso e Michel Bastos, enquanto Breno mais uma vez mostrou dificuldades com o tempo de bola nos primeiros minutos.

O elenco se reapresenta no CT da Barra Funda nesta quarta, às 8h30. Serão cerca de 50 minutos dedicados a trabalhos no Reffis, para só então Bauza comandar treino de campo. Já na sexta, Patón fechará as atividades para a imprensa para deixar o time pronto para a estreia no Campeonato Paulista contra o Red Bull Brasil, às 19h30 de sábado, em Campinas.