Russel Dias
23/01/2016
21:43
Santos (SP)

O Santos ameaçou estragar a festa de 85 anos do Bahia, na noite deste sábado, na Arena Fonte Nova. Ainda no primeiro tempo, Gabigol abriu o placar para o Alvinegro, mas foi Hernane Brocador quem ganhou aplausos e deixou sua marca duas vezes. Como sempre, a base do Peixe salvou, e Serginho garantiu o 2 a 2 já nos acréscimos da estreia do time paulista em 2016.

Para os baianos, a festa serviu para apresentar reforços e também o novo uniforme e, apesar do recém-chegado Juninho ter feito uma boa apresentação, foi o camisa 9 Hernane, que herdou a vaga de Kieza, quem aproveitou as chances.  Veja aqui como foi o jogo lance a lance.

Durante o primeiro tempo, a partida foi do Peixe. Aos 23 da primeira etapa, a "dupla cruel" Gabigol e Joel aproveitou a roubada de bola e o passe de Lucas Lima para abrir o marcador. Em uma falha do goleiro Marcelo Lomba, que se adiantou, Joel serviu Gabigol, que sem goleiro, empurrou a bola para a rede.

Já no segundo tempo, o técnico Dorival Júnior aproveitou as ausências para fazer testes. Sua primeira mexida foi na lateral, e Victor Ferraz deixou o jogo para a entrada de Caju. Sendo assim, Zeca mudou de lado.

Porém, em 12 minutos, Caju foi driblado, em lance que Hernane recebeu na área e empatou. Ele também fez um pênalti, convertido pelo próprio Brocador. No fim, o lateral santista ainda foi expulso.

Ao fim da partida, o Santos terminou apenas com Vanderlei, Gustavo Henrique e Lucas Veríssimo, estreante no time principal, como titulares da equipe. O Peixe testou jogadores como Léo Cittadini, Ronaldo Mendes, Rafael Longuine, Lucas Otávio, Serginho e Marquinhos.

Robô animou torcida do Bahia (Divulgação)
Robô animou torcida do Bahia antes do jogo (Divulgação)

O volante Renato, Ricardo Oliveira e Paulo Ricardo foram desfalques. Os dois primeiros fazem trabalhos específicos, enquanto que o segundo sentiu dores no treino de sexta-feita.

Quando a festa parecia ser do Bahia, depois dos 40 do segundo tempo, a base do Peixe resolveu. O meia Serginho recebeu da direita, girou em cima da marcação e acertou um lindo chute de fora da área, no ângulo, sem chances para Lomba.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 x 2 SANTOS


Data e horário: 23 de janeiro de 2016, sábado, 19h30
Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Árbitro: Diego Pombo Lopes (BA)
Assistentes: Dijalma Silva Ferreira e Marcos Welb Rocha de Amorim, ambos da (BA)
Cartões amarelo: Paulo Roberto e Gustavo (BAH); Lucas Lima, Victor Ferraz, Alison e Caju (SAN)
Cartão vermelho: Caju (SAN)
Gols: Gabigol - 24'/1ºT (0-1); Hernane - 3'/1ºT (1-1), Hernane - 10'/1ºT (2-1); Serginho - 45'/1ºT (2-2)
Renda/Público: R$ 250.561,50/ 10.429 pagantes

BAHIA: Marcelo Lomba; Cicinho (Hayner - Intervalo) , Robson (Dedé - 34'/2ºT), Gustavo (Eder - 42'/2ºT) e João Paulo (Júnior - 42'/2ºT); Paulo Roberto (Yuri - 15'/2ºT), Danilo Pires (Gustavo Blanco - 20'/2ºT), Juninho (Rômulo - 30'/2ºT) e Edigar Junio (Zé Roberto - 15'/2ºT); Jeam (Marquinho - 39'/2ºT) e Luisinho (Mario - 34'/2ºT). Técnico: Doriva

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz (Caju - Intervalo), Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca (Léo Citadini - 35'/2ºT); Alison (Rafael Longuine - Intervalo), Thiago Maia (Lucas Otávio - 35'/2ºT) e Lucas Lima (Ronaldo Mendes - 32'/2ºT); Paulinho (Vitor Bueno - 19'/2ºT), Gabigol (Marquinho - 35'/2ºT) e Joel (Serginho - 30'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior