Trem Rio de Janeiro

Bilhete dará acesso a transportes públicos da cidade durante a Olimpíada (Foto: Daniel Ramalho/Rio 2016)

RADAR/LANCE!
05/01/2016
16:42
Rio de Janeiro (RJ)

A promessa de oferecer transporte gratuito a todos os portadores de ingressos para a Olimpíada no Rio de Janeiro, que constava no compromisso olímpico da cidade durante a sua candidatura, caiu por terra. A prefeitura do Rio divulgou nesta terça-feira o Plano Olímpico de Mobilidade para os Jogos de 2016. Nele consta que o município venderá bilhetes especiais de trasporte para o evento esportivo.

O bilhete, que está sendo chamado de Cartão de Transporte Olímpico, dará direito a acesso ilimitado a todos os meios de transporte público da cidade. Os preços variam de acordo com a sua validade: R$ 25 por um dia, R$ 70 por três dias e R$ 160 por sete dias.

O Cartão de Transporte Olímpico será aceito em ônibus municipais, metrô, vans credenciadas, trens, VLT e barcas, além dos teleféricos do Alemão e da Providência. O usuário poderá comprar o bilhete pela internet e ele será entregue em qualquer lugar do Brasil, mediante cobrança de uma taxa.

Os equipamentos olímpicos estarão localizados em quatro regiões da cidade: Barra, Deodoro, Copacabana e Maracanã. A prefeitura diz que todos poderão ser acessados por BRT, metrô ou trem.

A expectativa é que 450 mil turistas cheguem ao Rio de Janeiro para os Jogos. Para facilitar o deslocamento, o Plano Olímpico de Mobilidade prevê a criação de um aplicativo em diversos idiomas. Nele, o usuário poderá planejar seus trajetos com informações em tempo real sobre o transporte.