Leonardo Picciani, novo ministro do Esporte (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Picciani assumiu o cargo de ministro do Esporte no início de maio (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

RADAR/LANCE!
10/06/2016
11:09
Rio de Janeiro (RJ)

A reta final de preparação dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e as medidas do governo brasileiro para combater o Zika vírus foram temas de encontro do ministro do Esporte, Leonardo Picciani, com autoridades norte-americanas, na última quinta-feira, em Washington (EUA).

Numa das reuniões, a secretária de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, Sylvia Mathews Burwell, expressou apoio às famílias cujos filhos contraíram microcefalia por conta do vírus. Ela demonstrou satisfação com as informações apresentadas pelo ministro de que o número de infectados na cidade do Rio vem caindo. Em abril, por, exemplo, foram notificados 4.338 casos; em maio, 702. Os casos de dengue também apresentaram redução. 

O ministro agradeceu a parceria com o governo norte-americano e informou que o Brasil tem feito campanhas de esclarecimentos, com participação ativa da população no combate ao mosquito.

- Esperamos chegar a agosto com números próximos a zero, não apenas pelas providências que adotamos, mas também pelas questões climáticas - afirmou Picciani, que ainda lembrou que agosto é mês de inverno por aqui e, historicamente, a incidência da doença cai consideravelmente. 

A subsecretária Al Fitzpayne perguntou a Picciani sobre as principais preocupações do Brasil neste momento, e o ministro afirmou que o país está preocupado com o alarmismo criado sobre o assunto.

- Buscamos colaboração e, ao mesmo tempo, fornecemos o máximo de informação para tratar a questão com a seriedade que merece, mas sem o alarmismo desnecessário - disse Picciani.