Basquete - EUA x França

Torcedor confiou no que estava escrito no bilhete e que acompanharia o time americano de basquete com Deandre Jordan & Cia. Mas o horário estava errado. Este erro não vem sendo incomum  nos Jogos  (Foto: AFP/A. ISAKOVIC)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
17/08/2016
14:10
Rio de Janeiro (RJ)

Um grupo de torcedores que esperava ver na manhã desta quarta-feira o jogo de basquete do time masculino dos Estados Unidos pelas quartas de final dos Jogos Olímpicos contra a Argentina, tomaram um susto. Eles chegaram à Arena Carioca e se depararam com outra partida, Austrália x Lituânia. Seus ingressos indicavam que a partida ocorreria às 11h (horário do duelo dos australianos), quando o correto seria às 18h45min. 

A confusão, segundo o Comitê Organizador Rio-2016, se deu por causa de um problema no sistema de dados na hora da confecção dos ingressos e que isso havia ocorrido em outras competições.

- Não é uma falha nossa, pois envolve uma série de empresas de tecnologia e estamos estudando para saber o que motivou alguns desses conflitos de horário. Apareceram casos semelhantes em jogos de polo aquático e de vôlei de praia. Felizmente em quase todas as situações conseguimos contatar os torcedores a tempo e fizemos a troca - disse Mario Andrada, diretor executivo de comunicação da Rio-2016.

O dirigente disse que trabalhou para realocar os torcedores nos assentos extras que ficam à disposição do COI, e que aquele que não quiser será reembolsado.
- Devolver o dinheiro não serve de compensação para quem gostaria de ver o jogo, mas é o último recurso possível neste caso - concluiu.

Em tempo: a Austrália derrotou a Lituânia por 90 a 65 e aguarda o vencedor de Croácia e Sérvia para fazer uma das semifinais da competição.