Daniel Bortoletto
06/08/2016
16:09
Rio de Janeiro

O primeiro e mais fácil dos passos rumo ao tricampeonato olímpico foi dado. A Seleção feminina de vôlei estreou com vitória na Rio-2016, neste sábado, ao passar pelo frágil time de Camarões por 3 sets a 0, parciais de 25-14, 25-21 e 25-13.

Como o roteiro já previa, o Brasil não teve muita dificuldade no Maracanãzinho. Contra um rival quase amador, o maior desafio brasileiro foi manter-se concentrado durante três sets, tentando minimizar erros por desatenção ou excesso de confiança. E dá para dizer que conseguiu em grande parte do confronto, com exceção de parte do segundo set, quando José Roberto Guimarães precisou até pedir um tempo.

No set final, o treinador aproveitou para dar ritmo para as reservas Jaqueline, Adenízia, Fabíola e Gabi.

Tamanha disparidade de forças deixou até a torcida verde-amarela meio anestesiada durante parte do jogo. Foram poucos os rallies ou jogadas empolgantes. Quando o som do DJ baixava era possível perceber um local até silencioso por alguns instantes.

Na segunda-feira, às 22h35, no mesmo Maracanãzinho, será dado o passo seguinte diante da Argentina. Sem patriotismo, uma tarefa apenas um pouco mais difícil do que a estreia. As hermanas não estão no primeiro escalão do vôlei mundial e são freguesas de carteirinha há décadas.

Tal cenário permitirá que o tricampeão olímpico Zé Roberto não acelere o retorno de Thaisa. A central, com um pequeno estiramento na panturrilha esquerda, ficou fora da estreia. Estava até uniformizada, no banco de reservas, depois de ter participado de parte do aquecimento. Mas seguirá sendo preservada para jogos mais equilibrados e importantes.