Rio 2016 - Handebol - Brasil x Espanha

Deonise foi uma das destaques na vitória do Brasil no handebol feminino (Foto: AFP/FRANCK FIFE)

Fábio Suzuki
12/08/2016
11:16
Rio de Janeiro (RJ) 

Após o jogo em que a Seleção Brasileira feminina de handebol perdeu para a Espanha, a pivô Dara afirmou que jogar às 9h30 não era desculpa e que a equipe tem se preparado há muito tempo para jogar neste horário. Mas no jogo contra Angola, nesta sexta-feira, o time comandado pelo técnico Morten Soubak entrou sonolento em quadra e teve dificuldades no início do jogo. No segundo tempo, entretanto, a equipe acordou e superou as angolanas por 28 a 24 conseguindo a terceira vitória em quatro partidas nos Jogos Olímpicos. 

Passes errados, espaços na defesa e até um tiro de sete metros arremessado para fora com a goleira angola já caída fizeram o Brasil ficar atrás no placar na maior parte do primeiro tempo. Foram 10 bolas perdidas e um aproveitamento de 65% dos arremessos a gol nas 20 tentativas nos primeiros 30 minutos de jogo. No final do período a equipe melhorou e conseguiu ir para o intervalo com o jogo empatado em 13 a 13.

Na segunda etapa, entretanto, o Brasil foi outro time e mostrou o bom jogo coletivo que fez superar as favoritas Noruega e Romênia nas duas primeiras rodadas. No ataque, a destaque foi mais uma vez a central Ana Paula, que marcou sete gols na partida. Jéssica, Deonise e Samira, que balança, também fizeram grande partida.

Já na defesa, a goleira Bárbara levantou a Arena do Futuro nas quatro grandes defesas que ajudaram a Seleção Brasileira a abrir uma vantagem de sete gols na metade do segundo tempo.

Na parte final, com a vitória praticamente garantida, o técnico Morten Soubak fez várias mudanças para poupar as titulares e as aproveitaram para diminuir o placar, mas já era tarde. Agora o Brasil irá enfrentar a equipe de Montenegro, a última colocada do grupo, no próximo domingo.