Aranha foi um dos destaques da Ponte Preta na campanha do Brasileiro (Foto: PontePress/RodrigoCeregatti)

Aranha foi um dos destaques da Ponte Preta na campanha do Brasileiro (Foto: PontePress/RodrigoCeregatti)

RADAR/LANCE!
14/11/2016
15:43
Campinas (SP)

Formado nas categorias de base da Ponte Preta, Aranha não poderia ser orgulho maior para o torcedor alvinegro. Retornando para a Macaca neste ano, o arqueiro assumiu a meta e não largou mais. Com boas atuações e contando com o carinho do torcedor, a tendência é que o jogador encaminhe sua renovação contratual com a Macaca nos próximos dias. 

- A gente já tinha um contrato preestabelecido. Dependia da Ponte exercer ou não, eu estava tranquilo. A gente fez o possível para permanecer aqui na Ponte, era uma vontade minha ficar aqui e graças a Deus e ao esforço do Jurandir (agente do atleta) e da Ponte Preta, a gente entrou em um acordo muito rápido e resolvemos isso - disse o goleiro.

Com a situação contratual bem encaminhada, o foco de Aranha se volta para o fim do Campeonato Brasileiro.

- A gente sabe que não tem feito os resultados que precisava fazer, criamos uma certa expectativa no torcedor e não estamos conseguindo, mas esse ano foi uma demonstração que a Ponte tem sido muito competente na parte administrativa e dentro de campo também. Durante o campeonato todo só se ouviu elogios para a equipe, a maneira de jogar, a estrutura, a tranquilidade que o jogador tem aqui, a Ponte honra seus compromissos e isso mostra a sua força - pontuou. 

No Brasileiro, a Ponte Preta é o 11º colocado, com 45 pontos. Livre do rebaixamento, a Macaca, no entanto, não conseguiu pontar desde que atingiu o número da 'segurança'. Para o goleiro, as últimas três derrotas não implicam em falta de compromisso do grupo pontepretano. 

- Relaxamento não é a palavra certa. É fato que tirou um peso grande, ninguém quer ser rebaixado. A gente vê equipes com orçamentos milionários lutando até o final. A gente sabe que o que fez esse ano, não é o que o torcedor queria e não é o melhor, mas foi o que a gente fez com as nossas forças e tivemos condições de fazer - concluiu Aranha.

Na competição nacional, a Ponte volta a campo na próxima quarta-feira, dia 17, quando enfrenta o Internacional, fora de casa. O jogo válido pela 35ª rodada do Brasileiro está marcado para às 21h (de Brasília), no Beira-Rio.