Fellipe Lucena e Thiago Ferri
11/03/2016
08:00
São Paulo (SP)

O Palmeiras pode definir ainda neste sexta o seu novo treinador. Depois de demitir Marcelo Oliveira, o clube intensificou as conversas com Cuca, que está próximo de voltar à Academia de Futebol – ele foi jogador do Verdão em 1992.

Tanto o clube quanto seu empresário, Eduardo Uram, não dão detalhes sobre as tratativas, mas Cuca já estava há alguns meses no radar da diretoria palmeirense, que o sondou no início da temporada, enquanto o time penava para engrenar com Marcelo.

Cuca tinha definido que só voltaria a trabalhar em abril deste ano, mas mudou de ideia, tanto que aceitou ouvir a oferta do Fluminense na semana passada – o clube carioca fechou com Levir Culpi. Naquele momento, o treinador já sabia que era o número um na lista de preferências do Verdão.

Embora a negociação seja vista com otimismo por ambas as partes, o auxiliar Alberto Valentim será o técnico interino no clássico de domingo, contra o São Paulo. A expectativa é de que todas as pendências sejam resolvidas a tempo de que Cuca esteja no banco de reservas, quinta-feira contra o Nacional (URU), em partida decisiva para o futuro do Verdão na Libertadores.

Campeão do torneio continental pelo Atlético-MG em 2013, o novo treinador deve assinar contrato até o fim do ano, quando acaba o mandato de Paulo Nobre. Ontem, o presidente elogiou o técnico.

– O Cuca é um grande técnico, já foi jogador do Palmeiras, mas há vários nomes no mercado. Não há pressa – disse o dirigente, na CBF.