Paulo Nobre

Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco/Fotoarena)

Igor Siqueira
10/03/2016
18:51
Rio de Janeiro (RJ)

Embora o Palmeiras esteja próximo de um acordo com Cuca, Paulo Nobre despistou sobre a escolha do novo treinador na tarde desta quinta-feira. O presidente, durante evento da CBF no Rio de Janeiro (RJ), disse que o principal alvo do clube é um "grande nome", mas não o único à disposição no mercado.

- O Cuca é um grande técnico, tanto é que vários clubes gostariam de contar com ele. Ele já foi jogador do Palmeiras, mas há vários nomes no mercado. O Alexandre (Mattos, diretor de futebol) é rápido, está tratando disso. A princípio, nosso técnico é o Valentim, que tem capacidade para isso, já assumiu essa função outras vezes. Ou seja, sem pressa - disse o dirigente, citando o auxiliar do clube, Alberto Valentim, que novamente será o interino no Verdão.

As conversas entre Palmeiras e Cuca avançaram depois da derrota para o Nacional, que gerou a demissão de Marcelo Oliveira. Embora tenha elogiado o currículo do técnico campeão da Copa do Brasil, o dirigente adotou um discurso semelhante ao de Mattos: o time não conseguia evoluir.

- Tem duas coisas inegáveis. Uma delas é que o Marcelo é um baita técnico. Disputou seis finais de torneios nacionais nos últimos cinco anos, fora os estaduais. Que ele é um baita técnico, é indiscutível. Como também é indiscutível que o time não vinha rendendo. Foram 13 partidas e não víamos evolução. Chegamos à conclusão que era melhor a troca para que um novo técnico pudesse extrair mais - completou o dirigente.