Ryan Lochte

Recentemente, Ryan Lochte pediu desculpas aos brasileiros (Foto: AFP)

RADAR/LANCE!
22/08/2016
12:41
Rio de Janeiro (RJ)

O péssimo comportamento do nadador Ryan Lochte durante os Jogos Olímpicos Rio-2016 vai doer no bolso do americano. Nesta segunda-feira, dois dias após ele dizer que foi imaturo no caso de falso assalto em um posto de gasolina no Rio, a Speedo decidiu romper o contrato com ele.

A fornecedora de material esportivo era um dos quatro contratos milionários que Lochte tinha - ele ainda tem vínculo com Ralph Lauren, Marriot e Airweave.  

Via nota oficial, a Speedo se pronunciou, revelando ainda que doará parte da quantia que seria destinada aos cofres do atleta a uma instituição de caridade no Brasil.

Confira o comunicado na íntegra:

A Speedo EUA anuncia hoje a decisão de acabar com o patrocínio de Ryan Lochte. Como parte desta decisão, a Speedo EUA vai doar uma parte 50 mil dólares (R$ 161 mil) da taxa de Lochte a Save the Children, um parceiro de caridade mundial, para crianças no Brasil.

Embora tenhamos desfrutado de uma relação vencedora com Ryan por mais de uma década e ele ter sido um membro importante da Equipe Speedo, não podemos tolerar um comportamento que é contrário aos valores desta marca. Agradecemos suas muitas realizações e esperamos que amadureça e aprenda com esta experiência.