Ryan Lochte

Ryan Lochte se envolveu em confusão em posto de gasolina no Rio de Janeiro (Foto: AFP)

RADAR/LANCE
20/08/2016
23:32

Em entrevista ao Jornal Nacional neste sábado, o nadador americano Ryan Lochte assumiu a responsabilidade pela confusão em um posto de gasolina no Rio, na madrugada do último domingo. Na conversa, o atleta reconheceu que foi imaturo, disse que não foi verdadeiro no depoimento às autoridades e pediu desculpas ao povo brasileiro.

- Nós saímos do táxi, as armas estavam apontadas pra gente, um dos caras, o tradutor que chegou lá, chegou dizendo que a gente teria que dar dinheiro porque tinha uma arma apontada pra gente. A gente teve que dar dinheiro então você pode chamar isso de assalto, extorsão, ou você pode apenas dizer que tinha que pagar pelo dano no poster. Eu não sei o que foi, tudo que eu sei é que eu estava assustado porque havia uma arma apontada pra gente. Mas depois disso tudo ficou certo e nós voltamos em segurança pra vila olímpica - contou o nadador.

Ryan Lochte ainda chegou a dizer que "ama" e que o país não merecia isso. Lochte afirmou também que o Brasil "fez uma Olimpíada maravilhosa".