Zulfiya Gabidullina, nadadora de 50 anos que bateu recorde mundial na Paralimpíada (Foto: AFP)

Zulfiya Gabidullina, nadadora de 50 anos que bateu recorde mundial na Paralimpíada (Foto: AFP)

Igor Siqueira
08/09/2016
19:35
Rio de Janeiro (RJ)

É o ano do jubileu de ouro para Zulfiya Gabidullina. Além disso, é ano de medalha de ouro para essa nadadora de 50 anos de idade, que levou o Cazaquistão ao lugar mais alto do pódio nos 100m livre na categoria S3 dos Jogos Paralímpicos do Rio.

Com o tempo de 1:34.86, ela desbancou as concorrentes, deixando Peng Qiuping, da China, de 22 anos, com a prata. O bronze foi da ucraniana Olga Sviderska, de 26 anos.

- Se você realmente quebrar quebrar o recorde, se você realmente tenta vencer, idade não é obstáculo. Minha idade é só algo que está escrito no meu passaporte. Não sinto a minha idade - afirmou a nadadora cazaque na zona mista.

Gabidullina ainda compete em quatro outras provas nos Jogos do Rio. O segredo do desempenho? Segundo ela, uma mistura de esforço e religião.

- É um trabalho duro do meu treinador. É graças a ele e a Allah que eu tenho esses resultados - comentou a nadadora.

Indagada se dava para esperar mais medalha daqui a quatro anos, em Tóquio, ela respondeu:

- Espero que sim.

Na mesma prova de Gabidullina, a brasileira Maiara Pereira Barreto chegou em oitavo - o último lugar. Mas nem por isso a torcida deixou de fazer uma festa enorme quando ela completou os 100m.

- Foi emocionante. Dava para escutar os gritos. Foi muito gostoso - disse ela, que sábado volta à água para disputar o 50m costas S3.