Rafinha

Rafinha, 32 anos, joga na Arábia Saudita desde julho de 2013. (Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
20/05/2016
13:03
Curitiba (PR)

Após recusar propostas e garantir a permanência do zagueiro Juninho, o Coritiba agora foca em qualificar o grupo para o segundo semestre. Sonho da diretoria, o meia-atacante Rafinha ainda está longe do Alto da Glória.

Com ótima passagem entre 2010 e 2013, o atleta voltou a ser alvo do Verdão - assim como no ano passado. O LANCE! adiantou, na semana retrasada, o início das conversas através de um intermediário, que fez a ponte entre as partes desde o início do ano.

Nesta semana, de forma oficial, o Coxa conversou com o agente do jogador e se assustou com o valor pedido. Além do alto salário, o clube paranaense ainda deve aproximadamente R$ 1 milhão para Rafinha, entre direitos de imagem e débitos salariais - o parcelamento já foi aceito. 

- Conversei com o empresário do Rafinha. Ele ficou de vir a Curitiba para conversar de novo. A pedida inicial salarial para o Rafinha foi muito acima dos valores, sem condições. Se ele estiver disposto a abaixar, podemos negociar - comentou Rogério Bacellar, presidente coxa-branca.

Nos bastidores, a diretoria alviverde vê uma "negociação difícil" e que depende muito mais da vontade do meia-atacante voltar do que do clube. Por mais que queira repatriá-lo, o Coritiba não fará loucura por um atleta de 32 anos.

Após um bom Campeonato Brasileiro pelo Paraná em 2009, Rafinha chegou ao Verdão em 2010 e ficou até 2013, conquistando o tetracampeonato paranaense e um título da Série B. Há três anos, o atleta passou a defender o Al Shabab, da Arábia Saudita.