Gilson Kleina

Coritiba tem 52,4% de aproveitamento em sete jogos no Estadual. (Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
28/02/2016
19:45
Curitiba (PR)

O Coritiba voltou a tropeçar no Campeonato Paranaense. Neste domingo, em Cornélio Procópio, a equipe coxa-branca perdeu por 2 a 0 para o PSTC e agravou a crise que começa a reinar no Alto da Glória.

Com salários atrasados, o Coxa empatou no meio da semana, em casa, diante do Rio Branco - o gol só saiu no último minuto, do goleiro Wilson. Já nesta tarde, a equipe alviverde voltou a não se encontrar e, mesmo saindo na frente, levou a virada no fim do jogo. 

- A gente sabe que jogar no interior tem que ter disposição, clima para competir. Em um jogo como hoje, tivemos três, quatro chances para ampliar, matar a partida. A gente está passando um momento de encaixe novamente - comentou o treinador Gilson Kleina.

O comandante coxa-branca admitiu sua parcela de culpa pelo desempenho até aqui. São três vitórias, dois empates e duas derrotas. Mas, novamente, o técnico reclamou da arbitragem no Estadual. Quando vencia por 1 a 0, o Coritiba teve um gol não valido, em chute de Amaral. A bola bateu na trave e entrou.

- Eu tenho culpa, mas a arbitragem também tem sua parcela de culpa. É uma coisa que também temos que salientar, pois uma vez teve um erro claro de arbitragem - lamentou.

Com 11 pontos e na terceira colocação, o Coxa recebe o Paraná no domingo que vem, as 18h30, no Estádio Couto Pereira.