Náutico x Santa Cruz

Santa Cruz mostra força: vence os dois jogos do mata-mata contra o Náutico e está na final pernambucana (Foto: Pablo Kennedy/Lancepress!)

RADAR/LANCE!
24/04/2016
20:11
RECIFE (PE)

Estão definidos os dois finalistas do Campeonato Pernambucano. E sem surpresa no front: Santa Cruz e Sport, que se revezam como campeões desde 2004  (deu Sport entre 2006 e 2010 e em 2014. O Santa em 2005, 2011/13 e foi o campeão da edição passada, em 2015).

O santinha carimbou a vaga ao derrotar de virada o Náutico por 2 a 1, fechando  em 100% o mata-mata, já que vencera na ida por 3 a 1. O Sport, por sua vez, sofreu muito. Embora tenha entrado em campo contra o Salgueiro  com a vantagem do empate (venceu na Ilha do Retiro por 1 a 0), o Rubro-Negro foi derrotado no Interior por 1 a 0. Isso levou a decisão para os pênaltis e só aí o Sport respirou aliviado: 5 a 4.

Santa Cruz soberano

Na Arena Pernambuco, o Santa Cruz saiu atrás do placar,  mas não teve dificuldades para virar o jogo e festejar nova presença na final. Ronaldo Alves abriu o placar para o Timbu no primeiro tempo, mas Grafite aos seis minutos da segunda etapa empatou o jogo.  A partir daí, apenas administrou o desespero do Náutico, que desde o título de 2004 só acumula insucessos. E ainda deu tempo para Lelê, aos 47 minutos em jogada individual, selar a passagem do Santa para a decisão do estadual.

Salgueiro fica no quase

Em Salgueiro,  no Estádio Cornélio de Barros, o Sport jogava pelo empate, mas logo levou um gol, aos sete minutos, marcado pelo volante  Moreilândia.  Embora conseguisse equilibrar o jogo a partir daí, o Sport viu o Salgueiro - atual vice-campeão pernambucano -  perder as três melhores chances de gol. A primeira  foi uma finalização de Rogério Paraíba na trave. Na etapa final, dois lances de Piauí: um para fora e outro para grande defesa de Danilo.

Salgueiro x Sport
Sport só consegue eliminar o Salgueiro e se garantir na final nos pênaltis (Foto: Aldo Carneiro/Lancepress!)

O jogo foi para os pênaltis. O Sport perdeu com Gabriel Xavier (defesa de Mondragón) e o Salgueiro desperdiçou quando Tamandaré (ex-Sport) bateu por cima. A primeira série terminou 4 a 4. Nas cobranças alternadas, Samuel Xavier acertou para o Leão e Totty (outro ex-Sport) desperdiçou. O Rubro Negro, a ferro e fogo, avançou.

O Sport buscará o seu 41º título (é o maior vencedor do estado) enquanto o Santa tentará o 29º.  Nas últimas três finais entre os dois times em 2011, 2012 e 2013, o Santinha venceu todas.