Paraná x Atlético-PR

Furacão não jogou bem, mas foi competente nas penalidades e é finalista do Estadual. (Giuliano Gomes/PR PRESS)

Guilherme Moreira
24/04/2016
18:30
Curitiba (PR)

Pelo jogo da volta da semifinal, o Paraná venceu o Atlético-PR por 1 a 0 no tempo normal neste domingo, no Estádio Durival Britto e Silva. Entretanto, nas penalidades, o Furacão venceu por 4 a 2 se classificou para a final do Campeonato Paranaense, diante do maior rival: Coritiba.

A primeira etapa começou muito pegada na Vila Capanema. Com os dois times marcando bem as saídas de bola, Tricolor e Furacão não conseguiam tocar a bola no meio-campo e apelavam para lançamentos diretos da zaga, sem sucesso. Até por isso, a partida demorou para ter emoções, com apenas um chute de cada lado em cima dos arqueiro: Nadson pelo lado paranista e Marcos Guilherme pelo lado rubro-negro.

Com 28, a primeira grande chance. Léo fez boa jogada pela direita e cruzou para André Lima que, entre dois marcadores, tocou com bico da chuteira para Marcos salvar com os pés. No lance seguinte, o lema de "quem não faz, leva".
A zaga atleticana falhou ao tirar o perigo e afastou para cima, a bola sobrou para Nadson, que invadiu a área, entortou Paulo André para dentro e tocou com categoria no canto esquerdo de Weverton. 1x0.

O gol embalou o Tricolor, que começou a pressionar ainda mais a saída de bola e aproveita os erros do sistema defensivo, mal posicionado. Em outra bola roubada, aos 40, Nadson tocou para Lúcio Flávio, que chutou cruzado para fora e desperdiçou nova chance. O Furacão, acuado, aguardou o primeiro tempo acabar para tentar se reorganizar.

Tocando melhor a bola, o Atlético-PR voltou melhor no início da etapa final. Com 7, Jadson lançou na área, Walter ajeitou de cabeça e Nikão, de fora da área, chutou torto para fora. Aos 19, Walter cruzou rasteiro da direita e Marcos Guilherme, sozinho na pequena área, errou o chute e perdeu chance inacreditável.

A resposta paranista foi no minuto seguinte. Novamente a zaga atleticana falhou ao afastar o perigo, Válber achou Nadson na meia-lua e o camisa 8 chutou em cima de Weverton, que rebateu e Robson bateu por cima. Com 33, após dar carrinho perto da área do Tricolor, Otávio levou o segundo amarelo e foi expulso.

Mesmo com a menos, quem assustou foi o Furacão. Aos 37, Ewandro cruzou na área e André Lima cabeceou para Marcos fazer boa defesa. Jogando bolas na área, o Atlético-PR pouco assustava, enquanto o Paraná - cansado em campo - não conseguia encaixar o contra-ataque.

Com o triunfo simples, o duelo ficou 2 a 2 no agregado e terminou nas penalidades máximas. Nas cobranças, o Atlético-PR venceu o Paraná por 4 a 2, classificando para a final contra o Coritiba. As finais do Estadual serão disputadas nos dias 1 e 8 de maio, na Arena da Baixada e Couto Pereira, respectivamente.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ (2) 1X0 (4) ATLÉTICO-PR

Local
: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Data-Hora: 24/4/2016 - 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Leonardo Sigari Zanon
Assistentes: Luiz Henrique de Souza Renesto e João Fábio Brischiliari
Público/renda: 10.250 pagantes/ Renda: R$ 350.170,00
Cartões amarelos: Jean, Robson (PRC), André Lima, Otávio (CAP)
Cartão vermelho: Otávio (CAP)
Gols: Nadson (29'/1ºT) (1-0) - tempo normal
André Lima (0-0), Rafael Carioca (1-0), Ewandro (1-1), Nei (1-1), Thiago Heleno (1-2), Lúcio Flávio (1-2), Walter (1-3), Válber (2-3), Hernani (2-4), Robson (não bateu) - pênaltis

PARANÁ: Marcos; Nei, Alisson, Demerson (Basso) e Rafael Carioca; Jean, Anderson Uchôa, Válber e Nadson (Fernandes); Robson e Lúcio Flávio. Técnico: Claudinei Oliveira.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson (Hernani), Vinícius (André Lima), Marcos Guilherme e Nikão (Ewandro); Walter. Técnico: Paulo Autuori.