Escudos Paulistão interior

Os 16 times do interior tentam fazer frente aos quatro grandes no Paulistão 2016

LANCE!
29/01/2016
08:05

Apesar de não ter a mesma força de anos atrás, o interior de São Paulo ainda consegue vez por outra aprontar das suas no Paulistão. Vide o título do Ituano, em 2014. Para a nova edição (clique aqui para ver a tabela), conta com a força de times tradicionais como a Ponte Preta, que está na elite nacional, e do Botafogo, que conquistou ano passado o título da Série D do Brasileiro.  A Ferroviária, de muita história, retorna à elite após 20 anos e a cidade de Novorizonte tem de volta um representante, fundado no lugar do clube vice-campeão em 90 e extinto tempos depois. A novidade na disputa será o estreante Água Santa.  E se tentam medir forças com o quarteto de grandes, também precisam atentar-se para o rebaixamento, já que desta vez serão seis os que cairão para a A2. Confira uma pequena análise de cada uma dessas 16 equipes: 

GRUPO A (do Santos)

Nunes - BotafogoSP (Foto:divulgação)
Veterano Nunes é um dos destaques do Botinha (Foto:divulgação)

Botafogo-SP

Tradicional clube do estado, foi às quartas de final no ano passado. Treinado por Marcelo Veiga, foi campeão da Série D do Brasileirão de 2015 e traz como curiosidade o zagueiro chinês Ma Sheng, aprovado após período de experiência no time. Além dele, conta com os veteranos Nunes e Moradei.

Contra os grandes:
Palmeiras (mandante, dia 31 de janeiro)
Corinthians (mandante, dia 12 de março)
São Paulo (visitante, dia 23 de março)

Linense

Em 2015, no Paulistão, ficou muito perto de ser rebaixado, terminando a competição na 16ª posição. No final do ano, no entanto, foi compensado com o título da Copa Paulista, nos pênaltis, contra o Ituano. No elenco, o clube de Lins conta com Thiago Humberto, ex-Internacional.

Contra os grandes 
Palmeiras (visitante,  dia 13 de fevereiro)
Corinthians (visitante, dia 19 de março) 
São Paulo (mandante, dia 30 de março)

Oeste

Depois de ser rebaixado no estadual de 2014, o clube de Itápolis conquistou a terceira posição na Série A2 do Paulistão em 2015 e a vaga de volta à elite em 2016. Manteve-se na Série B do Brasileirão e trouxe reforços como o veterano Marcelinho Paraíba e o atacante Ricardo Bueno, ex-Palmeiras.

Contra os grandes
Palmeiras (mandante, dia 10 de fevereiro)
Corinthians (visitante, dia 27 de fevereiro)
São Paulo (visitante, dia 3 de abril)

São Bento

Ficou sete anos afastado da elite do Paulistão, mas voltou no ano passado e fez uma campanha razoável, terminando na 10ª posição. Sob o comando de Paulo Roberto Santos, manteve o lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro no elenco e trouxe o atacante Edno, ex-Corinthians e Lusa.

Contra os grandes
Palmeiras (visitante, dia 4 de fevereiro)
Corinthians (mandante, dia 24 de fevereiro)
São Paulo (mandante, dia 10 de abril)

GRUPO B (do Palmeiras)

Wellington Paulista - Ponte Preta (foto:Wellington Paulista)
Wellington Paulista está no ataque da Ponte (foto:Wellington Paulista)

Ponte Preta

Principal força entre os times do interior do estado, a Macaca vem embalada após um bom Brasileirão em 2015. Apesar de ter perdido o lateral-direito Rodinei, contratou reforços como Rhayner, Wellington Paulista e Nino Paraíba. Para comandar o time, Vinicius Eutrópio, ex-Chapecoense, foi contratado.

Contra os grandes
​Santos (mandante, dia 3 de fevereiro)
São Paulo (mandante, dia 27 de fevereiro)
Corinthians (visitante, dia 30 de março)

Ituano

Campeão Paulista em 2014, o clube de Itu não conseguiu repetir o desempenho no ano passado, mas chegou ao vice da Copa Paulista e aposta na manutenção de Tarcísio Pugliese no comando do time. Como destaque estão o veterano goleiro Fábio e volante João Denoni.

Contra os grandes
Santos (visitante, dia 6 de fevereiro)
São Paulo (mandante, dia 20 de março)
Corinthians (visitante, dia 27 de março)

Grêmio Novorizontino

Recém-promovido para a elite do Paulistão, disputa pela primeira vez o campeonato - tem cores, mascote e o hino do homônimo vice-campeão em 90 e que foi extinto). Após dois acessos seguidos em 2014 e 2015, quer permanecer na Série A1 e, com o técnico Guilherme, ex-atacante, contratou nomes como Richarlyson, o lateral Éder Sciola e o meia Pedro Carmona

Contra os grandes
Santos (mandante, dia 13 de fevereiro)
​São Paulo (visitante, dia 24 de fevereiro)
​Corinthians (visitante, dia 10 de abril)

São Bernardo

Clube que leva, em média, 10 mil torcedores por partida em seu estádio, o São Bernardo vem fazendo campanhas consistentes e disputará o Paulistão pela quarta vez consecutiva. Ainda não conseguiu classificação para as quartas, mas sob o comando do meia argentino Cañete tentará de novo. 

Contra os grandes
Santos (visitante, dia 30 de janeiro)
​São Paulo (visitante, dia 5 de março)

Corinthians (mandante, dia 23 de março)


XV de Piracicaba - Weverton (foto:divulgação)
Héverton é um dos líderes do XV de Piracicaba (foto:divulgação)

XV de Piracicaba

Mais um clube tradicional do interior do estado, o Nhô Quim teve em 2015 a sua melhor campanha na elite do Paulistão nos últimos anos chegando às quartas de final. Para repetir o feito, tem no elenco nomes como Héverton, ex-Portuguesa, Gerson Magrão, ex-Santos, e Rivaldinho, filho de Rivaldo.

Contra os grandes
Corinthians (visitante, dia 31 de janeiro)
​Palmeiras (mandante, dia 25 de fevereiro)
​Santos (mandante, dia 23 de março)

Audax

Equipe que tem apresentado proposta de jogo diferente desde 2014 no Paulistão. Em 2016, vem novamente com Fernando Diniz no banco de reservas para executar outra campanha de destaque. Felipe Alves, que atuou na várzea no ano passado, volta para o gol do time.

Contra os grandes
​Corinthians (mandante, dia 4 de fevereiro)
​Palmeiras (mandante, dia 20 de março)
​Santos (visitante, dia 10 de abril)

Capivariano

Estreante em 2015, se manteve na elite para a temporada 2016. A 14ª posição no ano passado foi um prêmio para quem buscou a permanência e neste ano pretende alçar voos maiores. Conta com o meia Kleiton Domingues como destaque para conduzir a equipe no estadual.

Contra os grandes
​Corinthians (visitante, dia 11 de fevereiro)
​Palmeiras (visitante, dia 6 de março)
Santos (mandante, dia 3 de abril)

Ferroviária

Outro tradicional clube do estado, a Ferroviária de Araraquara estava longe da divisão de elite do Paulistão havia 20 anos. Disputou o campeonato pela última vez em 1996, e estava há 30 anos na disputa. Em 2015, foi promovido e terá o técnico português Sérgio Vieira para não voltar à A2.

Contra os grandes
​Corinthians (mandante, dia 21 de fevereiro)
​Palmeiras (visitante, dia 28 de fevereiro)
Santos (visitante, dia 30 de março)

GRUPO D (do Corinthians)

Lulinha - Mogi Mirim (foto:Divulgação)
Lulinha, formado no Corinthians, está no Mogi (foto:Divulgação)

Mogi Mirim

Amargou a lanterna da Série B do Brasileirão em 2015 e uma nova queda para Série C. No Paulistão deste ano, quer se recuperar do golpe e atormentar os grandes. Sob o comando de Toninho Cecílio, o Sapão terá em seu elenco nomes como o meia Lulinha e o volante Wendell, ex-Palmeiras.

Contra os grandes
Santos (visitante, dia 25 de fevereiro)
São Paulo (visitante, dia 1º de março)
Palmeiras (mandante, dia 10 de abril)

Água Santa

Estreante na Série A1 do Paulistão, tornou-se profissional apenas em 2011 e traz consigo uma ascensão meteórica. De 2013 para cá foram quatro acessos consecutivos até chegar na elite. No elenco para 2016 tem como destaques Eli Sabiá e os meias Guaru e Francisco Alex.

Contra os grandes
São Paulo (visitante, dia 6 de fevereiro)
Santos (visitante, dia 12 de março)
Palmeiras (mandante, dia 27 de março)

Red Bull Brasil

Depois de uma excelente campanha em 2015 em sua estreia na Série A1 com a classificação para as quarta de final da competição, o Red Bull manteve seu treinador Maurício Barbieri e vai tentar repetir a dose. Como destaques terá os atacantes Roger e Reinaldo, ambos ex-Palmeiras.

Contra os grandes
São Paulo (mandante, dia 30 de janeiro)
Santos (mandante, dia 28 de  fevereiro)
Palmeiras (visitante, dia 23 de março)

Rio Claro

Em 2014 fez uma boa campanha, chegando a brigar por vaga nas quartas, mas no ano passado passou apuros e quase foi rebaixado para a Série A2. Terá o zagueiro Alex Silva, ex-São Paulo, e o lateral Luis Felipe, ex-Palmeiras, como destaques para o Paulistão deste ano.

Contra os grandes
São Paulo (visitante, dia 21 de fevereiro)
Santos (mandante, dia 20 de março)
Palmeiras (visitante, dia 30 de março)