Marcão e Levir Culpi - Fluminense

No comando do Fluminense, sai Levir e entra o auxiliar Macão (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

RADAR/LANCE!
07/11/2016
18:24
Rio de Janeiro (RJ)

Levir Culpi não resistiu ao mau momento do Fluminense. Após a derrota para o Cruzeiro no último domingo, o técnico foi demitido pela diretoria e agora o Tricolor será comandado por Marcão, auxiliar da equipe.

Especialistas do LANCE! apontaram o que pode mudar na equipe com um novo comando nessa reta final do Brasileirão e analisaram se a alteração foi uma boa decisão.

- A demissão do Levir veio no momento errado. A quatro jogos do fim do Brasileirão, o Fluminense tinha de bancá-lo, assim como fez no impasse envolvendo Fred. Além do Levir Culpi ser um treinador de renome e com boas indicações, será difícil o Marcão dar uma injeção de ânimo à equipe na reta final - disse Duílio, ex-zagueiro do Fluminense, bicampeão Carioca em 1983 e 1984 e campeão brasileiro em 1984.

Do outro lado, Vinicius Perazzini, editor do L!, acredita que a decisão de Peter Siemsen de não bancar mais o trabalho de Levir foi acertada.

- Levir Culpi é um ótimo profissional, mas já não estava mais conseguindo tirar o melhor rendimento do elenco do Fluminense. Foi uma saída acertada. Marcão conhece o elenco e pode dar um novo ânimo ao grupo na luta por uma vaga na Libertadores - comentou.

Levir Culpi
Levir Culpi ficou nove meses no comando do Fluminense (Foto: Dudu Macedo/Fotoarena/Lancepress!)

Para o repórter do L!, Luiz Signor, a demissão além de envolver os resultados ruins conquistados pela equipe, também pode ter um viés político.

- Difícil dizer se foi uma decisão acertada demitir Levir Culpi tendo quatro rodadas pela frente de Campeonato Brasileiro. O fato é que, diante de uma sequência de atuações sofríveis, era inevitável que acontecesse essa mudança. Peter Siemsen tenta evitar que seu mandato chegue ao fim com mais resultados decepcionantes em campo. Resta saber se ele terá êxito - falou.

Faltando quatro partidas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Flu ainda pode conquistar uma vaga no G6. A missão ficará nas mãos de Marcão. O time das Laranjeiras está em nono, com 48 pontos, três atrás do Atlético-PR, sexto colocado. 

- Marcão poderá utilizar seu vasto conhecimento de Fluminense para, com o tempo que tem pela frente até o duelo com o Atlético-PR, para garantir ao menos um mínimo padrão de jogo aos seu agora comandados. É mais do que necessário que o Fluminense possa apresentar alguma regularidade em campo, para essa reta final de Brasileirão seja digna. G6 e Libertadores-2017? Que o torcedor não se iluda - completou Signor.