Fábio Suzuki
18/09/2016
13:02
São Paulo (SP) 

O Flamengo segue firme na busca pelo título do Campeonato Brasileiro 2016. Jogando no estádio do Pacaembu pela segunda vez neste ano, o Rubro-Negro carioca teve postura digna de quem briga pela liderança da competição e não deu chances para o Figueirense ao vencer o adversário por 2 a 0 em partida que teve amplo domínio. A atitude do time em campo agradou os cerca de 30 mil flamenguistas que lotaram o estádio na capital paulista e manteve o “cheirinho de hepta” no ar mesmo após a vitória do Palmeiras, que segue um ponto à frente dos cariocas na tabela.

Variando bem as jogadas pelos lados do campo, principalmente com os avanços do lateral-esquerdo Jorge, a equipe comandada por Zé Ricardo sufocou o time catarinense que praticamente não passou do meio de campo em todo o primeiro tempo. Se não fosse o pênalti perdido pelo atacante Leandro Damião, o Flamengo poderia ter ido para o intervalo com vantagem de 2 a 0, placar que seria mais justo por conta do amplo domínio Rubro-Negro na primeira etapa.

Após a falha de Damião, a torcida mostrou que irá jogar com o time na busca pelo título nacional e gritou o nome do atacante. O incentivo das arquibancadas refletiu nos jogadores, que mantiveram a postura ofensiva conseguindo abrir o placar pouco minutos depois com Willian Arão, que apareceu como um centroavante para cabecear a bola no meio dos zagueiros após belo lançamento do zagueiro Rafael Vaz.

O domínio Rubro-Negro se manteve na etapa final apesar do Figueirense ter atacado mais que no primeiro tempo. O time de Zé Ricardo manteve as boas trocas de passes no ataque e em uma delas o atacante Felipe Vizeu, que entrou no lugar de Damião, sofreu pênalti que foi convertido pelo meia Diego. Com os 2 a 0 no placar e vitória garantida, os flamenguistas não demoraram a gritar “o campeão voltou” e “cheirinho de hepta” nas arquibancadas do Pacaembu.

Com a vitória, o Flamengo se mantém firme na cola do líder Palmeiras, que ainda tem um ponto de vantagem na tabela do Brasileirão. O Rubro-Negro, entretanto, manteve a boa sequência na competição, onde está invicto há seis partidas, sendo cinco vitórias. A última derrota do time foi há mais de um mês, no dia 13 de agosto, quando foi derrotado pelo Sport, na Arena Pernambuco, por 1 a 0. O cheirinho de hepta se mantém no ar.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 X 0 FIGUEIRENSE


Local: Pacaembu, às 11h, São Paulo (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
Cartões amarelos: Bruno Alves, Ferrugem e Marquinhos Pedroso (FIG); Arão e Diego (FLA)
Cartão vermelho: Marquinhos Pedroso (FIG)
Público e renda: 28.168 pagantes (29.778 presentes); R$ 1.502.640,00
Gols: Willian Arão, 36'/1°T (1-0), Diego, 25'/2°T (2-0)

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Cuéllar, Arão e Diego; Gabriel (Fernandinho, 15'/2°T), Everton (Alan Patrick, 26'/2°T) e Leandro Damião (Felipe Vizeu, 16'/2°T). Técnico: Zé Ricardo.

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández, Ayrton, Nirley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Werley, Jefferson, Yago (Ferrugem, intervalo) e Bady (Elvis, 21'/2°T); Marlon (Rafael Silva, 12'/2°T) e Maurides. Técnico: Tuca Guimarães