Lavarini assumiu o Minas na temporada passada

Lavarini é o técnico do líder Minas (Orlando Bento/Divulgação Minas)

Web Vôlei
16/03/2019
00:16
São Paulo

A Superliga Cimed feminina de vôlei conheceu, na noite desta sexta-feira, os confrontos das quartas de final na temporada 2018/2019.

Os playoffs em melhor de três, que já começarão na segunda-feira, terão:

Itambé/Minas (1) x Curitiba (8)
Dentil/Praia Clube (2) x Fluminense (7)
Sesc (3) x Sesi Bauru (6)
Hinode/Barueri (4) x Osasco/Audax (5)

A Confederação Brasileira (CBV) deverá divulgar a tabela já neste sábado, com dias, horários e transmissões pela TV e pela internet das quatro séries.

A definição das quartas de final também permite um exercício de futurologia para torcedores e torcedoras. Com o Minas confirmado na liderança, o confronto da semifinal, caso o atual campeão sul-americano e da Copa Brasil avance e ratifique o favoritismo, será contra um paulista: Barueri ou Osasco.

Uma curiosidade sobre o clássico entre as cidades vizinhas da Grande São Paulo é a repetição constante nesta fase nas últimas Superligas, além de decisões estaduais e playoff de Copa Brasil. E o retrospecto é amplamente favorável ao Osasco.

Do outro lado da chave, uma possibilidade de reprise da decisão da temporada passada na semi da atual Superliga, se Praia e Sesc vencerem as respectivas séries. Nesta sexta, o time de Bernardinho, maior vencedor da competição nacional em todos os tempos, mostrou força ao superar o rival de Uberlândia no Triângulo Mineiro, comprovando a evolução no returno.

Vale lembrar ainda como terminou o turno, até para comparar campanhas. A classificação da primeira metade da competição definiu na ocasião os duelos de quartas de final da Copa Brasil:

Dentil/Praia Clube (1) x Curitiba (8)
Itambé/Minas (2) x Fluminense (7)
Hinode/Barueri (3) x Osasco/Audax (6)
Sesi Bauru (4) x Sesc (5)

Houve a troca de posição entre os dois líderes, a queda do Sesi do quarto para o sexto lugar, a subida do Sesc do quinto para o terceiro, além de Osasco ganhando uma posição.

Antes do início da rodada final, nesta sexta-feira, já estavam definidos os rebaixados (Balneário Camboriú e BRB/Brasília) e os eliminados dos playoffs mas garantidos na elite em 2019/2020 (Pinheiros e São Cristovão/São Caetano).

RETROSPECTO NA ATUAL TEMPORADA DA SUPERLIGA

Itambé/Minas venceu os dois duelos com Curitiba por 3 a 0

Dentil/Praia Clube passou pelo Fluminense duas vezes por 3 a 0

Sesc derrotou Sesi Bauru por 3 a 1 e 3 a 2

Osasco/Audax fez 3 a 2 e 3 a 0 no Hinode/Barueri

RESULTADOS DA ÚLTIMA RODADA DO RETURNO

Curitiba 0 x 3 Itambé/Minas

Dentil/Praia Clube 0 x 3 Sesc

São Cristovão/São Caetano 0 x 3 Hinode/Barueri

Osasco/Audax 3 x 0 BRB/Brasília

Sesi Bauru 1 x 3 Fluminense

Pinheiros 3 x 1 Balneário Camboriú