Lazo em ação contra o Minas no Sul-Americano

Lazo em ação contra o Minas no Sul-Americano (Orlando Bento/MTC)

Web Vôlei
04/04/2019
13:24
São Paulo

Após encerrar a temporada 2018/19 em quinto lugar na Superliga Cimed masculina de vôlei e com o vice-campeonato da Copa Brasil, o Fiat/Minas já começou a montagem do elenco para as disputas de 2019/20.

O técnico Nery Tambeiro segue no comando e vai para a sua sexta temporada consecutiva à frente do time. Chegam para reforçar a equipe os ponteiros argentinos Nicolás Lazo e Lucas Ocampo, o levantador Rodrigo Ribeiro e o central Deivid Junior. Permanecem para a próxima temporada jovens destaques formados na base do Clube, como o líbero Maique, vice-campeão mundial com a seleção brasileira, os opostos Davy e Felipe Roque, e o ponteiro Henrique Honorato.

O ponteiro Nicolás Lazo, de 1,92m e 23 anos, é uma das promessas do vôlei argentino e estava no UPCN. O jovem jogador disputou o Sul-americano de Clubes 2019, na Arena MTC, em fevereiro. Mais experiente, Lucas Ocampo, de 1,96m e 33 anos, tem passagens pela seleção argentina e já disputou a Liga Mundial. O jogador também já atuou no vôlei brasileiro e estava no Bolívar. Outro jogador que chega para agregar experiência é o levantador Rodrigo Ribeiro (1,90m e 33 anos), que estava no Copel Telecom Maringá. Rodrigo já vestiu a camisa do Minas na temporada 2011/12. O central Deivid (2,06m e 30 anos), também estava no Maringá e já teve passagem pelo Minas, entre 2005 e 2008.

Entre os jogadores que permanecem no time minastenista, o líbero Maique, os opostos Felipe Roque e Davy, e o ponteiro Honorato vão para o terceiro ano consecutivo defendendo a equipe. Também permanecem os centrais Matheus Bispo e Cledenilson. Foram promovidos das categorias de base os ponteiros Lucas Augusto, João Franck e Marcus Coelho, e o central Edson Junio (Juninho).