Tifanny - Sesi Vôlei Bauru

Tifanny é a primeira transexual a jogar a Superliga feminina (Foto: Divulgação)

Web Vôlei
13/04/2019
17:03
São Paulo

O técnico Bernardinho voltou a abordar o "assunto Tifanny" neste sábado. Durante o Congresso Olímpico, em São Paulo, ele respondeu uma pergunta sobre a presença da transexual na Superliga feminina nas duas últimas temporadas.

- Vai ter que ter ciência em cima disso, tem que ter debate, são coisas novas. A gente quer justiça no esporte, o fair (justo, em inglês), queremos ser justos sem jamais desrespeitar a diversidade. O esporte é extremamente democrático, e tenho muito orgulho de fazer parte desse mundo. O mundo está em transformação para nossos jovens, acredito muito nisso - disse Bernardinho.

Durante as quartas de final da Superliga, o técnico se envolveu numa polêmica, ao ser flagrado chamando Tifanny de homem durante um pedido de tempo da partida entre Sesc e Sesi Bauru. Na ocasião, o vitorioso time do treinador foi eliminado pela equipe da ponta/oposto. Após a polêmica, Bernardinho pediu desculpas, prontamente atendidas por Tifanny.