Ernandes

Ernandes é suspeito de adulteração de idade (Foto: Divulgação)

LANCE!
10/12/2018
20:11
Rio de Janeiro (RJ)

O Campeonato Brasileiro terminou, porém nos tribunais ainda está acontecendo. O Sport entrou com recurso no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), nesta segunda-feira, para reivindicar sobre um erro na documentação do lateral-direito Ernandes, que atuou 31 vezes pelo Goiás. Junto ao Leão, a Ponte Preta também se manifestou. Deste modo, Goiás e Ceará podem ser punidos com perdas de pontos, o que pode mudar destinos na próxima temporada.

+ ENTENDA O CASO

O documento do Sport foi assinado pelo presidente executivo Arnaldo Barros, o vice-presidente jurídico Leucio Lemos e o diretor jurídico Paulo Giordiano. Esta é a segunda denúncia em relação ao caso. Na semana passada, a Ponte Preta também se moveu na tentativa de tirar pontos do Goiás.

Caso haja confirmação da adulteração, a pena é equivalente à “perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).

Há outro artigo do CBJD, de número 234. Este fala em “falsificar, no todo ou em parte, documento público ou particular, omitir declaração que nele deveria constar, inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que deveria ser escrita. Sendo assim, a pena prevista é de suspensão de 180 a 720 dias ao atleta além de uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil e eliminação na reincidência.

Com isso, o Esmeraldino perderia o acesso para a elite e daria lugar à Ponte Preta, que ficou em quinto lugar. Além disso, o atleta também defendeu o Ceará em um jogo este ano, contra o Santos, na primeira rodada. Devido a isso, o clube nordestino também poderia ser punido - seria rebaixado e salvaria o Sport, que terminou em 17º lugar, o primeiro do Z4.

Caso Ernandes
Notícia de infração do Sport enviada ao STJD — Foto: Divulgação