Tite - coletiva Brasil x Equador

Tite manteve mistério sobre a equipe titular (Foto: Reprodução / Conmebol)

LANCE!
26/06/2021
15:39
Teresópolis (RJ)

Por mais que a Seleção Brasileira já esteja classificada e com seu primeiro lugar no Grupo B assegurado, o técnico Tite aponta fatores nos quais a Seleção Brasileira pode evoluir no duelo diante do Equador. Em entrevista coletiva neste sábado, o comandante apontou que o duelo deste domingo, às 18h, surge como oportunidade de evolução de desempenho.

- É importante, mais do que a classificação antecipada, uma sequência de bons jogos e resultados. Vai adquirindo confiança, os atletas vão buscando cada vez mais evolução de desempenho. As relações, inclusive humanas, na medida que estamos juntos, crescem, fazem a gente se conhecer. É uma série de fatores importantes nessa escala progressiva que é a Copa América = declarou.

O treinador ainda falou sobre o que a entrada de Douglas Luiz agrega em relação a Fred, seu concorrente no setor.

- Funções iguais, características um pouco diferentes. Um jogador mais de força, o Douglas Luiz, uma sustentação maior, finalização de média distancia, bola longa de inversão, bom pé, boa qualidade de passe. O Fred é um jogador mais móvel, mais articulador, que dá ritmo, transição curta muito rápida - e frisou:

- Os dois têm características diferentes, Douglas pode jogar de primeiro (volante), como jogou contra o Uruguai. Uma construção dentro da Seleção não se dá num jogo, numa circunstância, mas numa etapa toda - completou.

A pergunta sobre a forma como a Seleção Brasileira agirá já projetando riscos de suspensão nas quartas de final rendeu um momento curioso. A auxiliar Cleber Xavier declarou.

- É um jogo que temos que tomar todos os cuidados possíveis e estamos tendo para todas essas situações - disse.

Tite rapidamente fez uma intervenção bem-humorada.

- Em outras palavras, o Cléber disse: nós não vamos escalar o time.

A Seleção embarca nesta tarde para Goiânia, onde tem previsão de chegada à noite.