Neymar volta a treinar com bola pela Seleção

Neymar está sendo acusado de estupro (Foto: Reprodução/Twitter)

LANCE!
04/06/2019
10:12
Teresópolis (RJ)

Rogério Caboclo, presidente da CBF, se manifestou pela primeira vez sobre a acusação de estupro envolvendo Neymar. O mandatário disse que a entidade está acompanhando o caso de perto e descartou a possibilidade do jogador ser cortado da Copa América.

- Não há expectativa que ele não esteja na Seleção na Copa América. Estamos acompanhando atentamente o que está acontecendo, com confiança na defesa e no jogador - disse Caboclo ao 'SporTV'

Questionado se tem conversado com Neymar, o presidente da CBF disse que se comunica com o pai do atleta e ressaltou que o atacante está "bem amparado". Além disso, comentou que está tratando o caso com naturalidade e que preza pelo bom ambiente da Seleção Brasileira.

- Tratamos com naturalidade. O importante é manter o ambiente e o clima em alta, que isso não afete o desempenho dos jogadores. Tenho conversado com o pai (de Neymar), com advogados e dando apoio. Acho que ele está muito bem amparado - finalizou.

Acusado de estupro, Neymar se defendeu no último fim de semana em suas redes sociais, publicando um vídeo de 7 minutos dando sua versão dos fatos e expondo partes da suposta conversa com a moça que o denunciou.

- Estou sendo acusado de estupro. É uma palavra forte, mas é o que está acontecendo no momento. Fui pego de surpresa e foi muito ruim; triste escutar isso. Quem me conhece sabe do meu caráter e índole. Sabe que jamais faria uma coisa desse tipo - disse o jogador no início do vídeo.

No vídeo, Neymar avalia que a situação pode se tratar de uma extorsão e que existem "pessoas que querem se aproveitar":

- É muito triste acreditar que o mundo está assim, que existem pessoas que querem se aproveitar, que querem extorquir as outras pessoas. É realmente triste, é realmente doloroso. Mas já que me colocaram nessa situação, estou aqui me explicando para vocês - acrescentou.