Arena do Grêmio

Arena do Grêmio receberá jogo do Brasil na quinta-feira - Foto: Márcio Neves/ Divulgação Grêmio

LANCE!
24/06/2019
16:23
São Paulo (SP)

A administração da Arena do Grêmio divulgou uma nota oficial nesta segunda-feira explicando os motivos para o gramado não estar em perfeitas condições durante a Copa América. Criticado pelo uruguaio Luis Suárez e pelo argentino Lionel Messi, o campo foi vistoriado na manhã desta segunda-feira pelo técnico Tite e por Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF. O estádio receberá o próximo jogo da Seleção Brasileira, às 21h30 de quinta-feira, contra o Paraguai, pelas quartas de final.

De acordo com a nota, o tipo de grama da Arena se desenvolve melhor em temperaturas mais baixas, o que não tem ocorrido em Porto Alegre. Além disso, o texto justifica que o uso excessivo do estádio prejudica a recuperação do terreno - foram sete vezes entre 14 e 23 de junho.

A Seleção Brasileira treina nesta tarde no CT do Grêmio e, se não houver mudança de planos, fará o reconhecimento do gramado da Arena na quarta-feira.

O adversário do Brasil será conhecido na noite desta segunda: será o vencedor do confronto entre Equador e Japão, que se enfrentam às 20h no Mineirão. Se houver empate, o Paraguai é que duelará com os brasileiros.

Leia a nota oficial da Arena do Grêmio:


A Arena do Grêmio esclarece que as condições do gramado dependem de algumas variáveis. A combinação de duas delas em particular tem retardado a recuperação plena do mesmo.

A primeira e mais importante é relacionado ao clima. A Ryegrass (grama utilizada no inverno) se desenvolve melhor em temperaturas mais baixas, o que não está ocorrendo em Porto Alegre neste período. Aliada ao sombreamento do inverno (metade do campo), as temperaturas estão mais elevadas, retardando o desenvolvimento da mesma e a sua recuperação pós atividades.

A segunda refere-se justamente à frequência do uso do gramado: Pelas características da competição, durante o período de 14 a 23 de junho o gramado foi utilizado em sete ocasiões (três partidas, um treino de reconhecimento e três treinos de aquecimento no pré-jogo). Os treinos exigem muito do gramado e o afetam de forma heterogênea, apresentando mais desgastes em algumas áreas do campo, dependendo das atividades realizadas

*Atualizada às 22h45