Neymar x Messi - Copa América

Neymar segue como referência na Seleção, assim como Messi na Argentina (Arte LANCE!)

Vinícius Faustini
10/07/2021
06:50
Rio de Janeiro (RJ)

A camisa 10 ganhará mais impacto na final da Copa América neste sábado. A partir das 21h, Neymar e Messi se enfrentarão pela primeira vez em uma final envolvendo a Seleção Brasileira e a Argentina. O "encontro dos astros", que foi adiado na Copa do Mundo de 2014 e na Copa América de 2019, mexe com a ansiedade de quem estará no Maracanã. 

> Veja as estatísticas da Copa América!

Afinal, as presenças do camisa 10 da Seleção Brasileira e de "el diez" argentino não são corriqueiras no palco do torneio. E neste contexto, Neymar é mais vitorioso.

- Tenho boas histórias no Maracanã, e estou tendo a oportunidade de escrever mais uma no maior estádio do mundo. Para mim é um orgulho muito grande de ter feito história e conquistado títulos no Maracanã, importantes para Seleção Brasileira. Agora estou tendo mais essa oportunidade - declarou o astro, em entrevista divulgada na CBF TV.

> Brasil e Argentina: quem é o melhor de cada posição? VOTE!

NEYMAR: QUATRO GOLS E DOIS TÍTULOS

Neymar - Olimpíada
'Passa um filme na cabeça', disse Neymar, em entrevista (Odd ANDERSEN / AFP)

Além de um jogo feito pelo Santos (goleada por 4 a 1 sobre o Fluminense, no Brasileiro de 2009), foram outras quatro partidas com a camisa canarinha. Sua estreia na Seleção aconteceu em um empate em 2 a 2 com a Inglaterra, em 2013, onde se destacou na etapa inicial.

Em seguida, veio seu primeiro título, o da Copa das Confederações de 2013. Já com a camisa 10 e sob o comando de Luiz Felipe Scolari, ele marcou um dos gols da goleada por 3 a 0 sobre a Espanha (Fred fez os outros dois). 

Três anos depois, Neymar regressou ao Maraca na fase final da caminhada da Seleção olímpica e foi decisivo. De seus pés saíram dois gols no 6 a 0 sobre Honduras nas semifinais. A obstinação pelo ouro prosseguiu em grande estilo: além de marcar o gol de falta no empate em 1 a 1 com a Alemanha, Neymar converteu o pênalti que levou o Brasil ao seu inédito título na Olimpíada.

- Claro que passa um filme na cabeça, de todas as glórias, de todas as alegrias que eu passei ali. Ainda sigo invicto, espero que continue assim (risos) - disse o astro, durante entrevista.

MESSI: GOL, FRUSTRAÇÃO E BRONCA


Messi - Copa 2014
Messi perdeu Copa do Mundo de 2014 no estádio (Foto: PEDRO UGARTE / AFP)

Ao entrar em campo neste sábado, Messi fará apenas sua quarta partida no Maracanã. Porém, os enredos em torno do camisa 10 no estádio são bem curiosos. 

Enquanto na atual Copa América, Neymar fez um desabafo áspero direcionado a brasileiros que torcerão para a Argentina na decisão da atual Copa América, o panorama era outro quando os "hermanos" estrearam no Mundial de 2014. Messi ouviu gritos de "Neymar" do coro de torcedores no Maraca. O camisa 10 argentino não se deixou abater e marcou um belo gol na vitória por 2 a 1 sobre a Bósnia e Herzegovina.

A partida seguinte foi emblemática e dolorosa: a final da Copa do Mundo. Após longos 120 minutos nos quais os argentinos mediram forças com a Alemanha, a equipe saiu de campo com a derrota por 1 a 0 (e Messi foi premiado como melhor jogador do torneio).

O mais recente jogo aconteceu na Copa América de 2019. O camisa 10 teve atuação discreta na partida na qual os argentinos derrotaram a Venezuela por 2 a 0, pelas quartas de final do torneio. Ao fim do jogo, ele queixou-se das condições do campo.

- A bola parece um coelho. Ela quica para todos os lados. Fica difícil controlar - disse à época.

RECIPROCIDADE

Neymar e Messi
Camisas 10 projetaram desafio acirrado (Montagem LANCE!)

A dimensão em torno do encontro com as camisas de Brasil e Argentina rendeu elogios recíprocos. Neymar foi categórico ao falar sobre duelar com a Argentina que tem seu antigo parceiro de Barcelona como referência.

- A Argentina tem um dos melhores jogador da história, que é o Messi. Acho que isso vai ficar bom para para o filme no final da minha carreira (risos). Vamos fazer de tudo para vencer - declarou.

O camisa 10 brasileiro tem dois gols e fez três jogadas decisivas para gols na Copa América, segundo o Footstats. Além disto, foram 21 finalizações. 

Messi também destacou o que esperar da Seleção Brasileira nesta final.

- O Brasil com o Neymar vai ser muito difícil. Conhecemos seu potencial, do que Ney faz individualmente... = afirmou o meia.

A esperança "hermana" marcou quatro gols e contribuiu com quatro passes para gols da Argentina até o momento, de acordo com o Footstats. Números que tornam mais desafiador conter seu ímpeto.


- A gente tem nossa forma de jogar, nunca deixa isso de lado, a gente acredita muito no nosso jogo, embora a dificuldade seja outra contra a Argentina, que tem o Messi, um cara que desequilibra. A gente não vai anular, é praticamente impossível anular um jogador desse nível, mas a gente pretende minimizar as ações ofensivas dele para que ele tenha poucos espaços a gente consiga neutralizar as principais jogadas dele, principalmente os jogadores de articulação que o procuram a todo momento - afirmou o zagueiro Thiago Silva.

O capitão da Seleção é categórico ao falar sobre o duelo à parte de logo mais.

- Messi é um jogador indispensável, que faz a diferença. É claro que a gente tem que cuidar dos jogadores que passam a bola para o Messi, de criação, e ter atenção redobrada, jogador desse nível desequilibra, como o Neymar desequilibra pra gente. Acredito que vai ser um grande confronto, mas espero que o Neymar esteja em um dia mais inspirado - declarou.

Agora, é esperar para ver quem escreverá o melhor roteiro neste sábado no Maracanã.