Roberto Firmino e Tite

Roberto Firmino e Tite durante entrevista desta segunda (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Thiago Ferri
17/06/2019
21:53
Salvador (BA)

Campeão da Liga dos Campeões pelo Liverpool e titular da Seleção Brasileira, Roberto Firmino ainda se mostra sem jeito para lidar com a imprensa. Escolhido para a entrevista coletiva desta segunda-feira ao lado de Tite, em Salvador (BA), o atacante foi ligeiro para deixar o local mais cedo.

Todas as perguntas na véspera do jogo contra a Venezuela eram respondidas de forma curta pelo jogador de 27 anos de idade. Não por incômodo ou irritação, apenas por conta de sua timidez.

- Estou tentando me acostumar (a dar entrevistas), no começo foi mais difícil. Eu sempre tento correr, mas tem hora que não tem como e tem que dar (entrevista) - disse, sorrindo.

Na Copa América, por regra, os fotógrafos podem ficar apenas os primeiros cinco minutos na sala de entrevista coletiva. Neste período, estão autorizados a fazer retratos dos personagens, mas depois precisam se retirar. Quando houve a pausa para a saída deste grupo, Firmino levantou-se, abriu um largo sorriso e também deixou o local, restando apenas Tite e Cleber Xavier, seu auxiliar, para atender os jornalistas.

O ato gerou risos, e esta timidez de Firmino foi um tema explorado pelo técnico da Seleção Brasileira. Para ele, o fato de o camisa 20 falar muito ou pouco não tem relevância.

- Sabe qual a linguagem do boleiro? De corpo, de acompanhar a jogada e a velocidade de raciocínio. Eles falam pelo corpo, pela sincronia, pelo movimento. Eles se combiam assim. O Klopp brinca que nem fala muito com o Firmino, porque ele sabe fazer a função - encerrou.