São Paulo estreou novo uniforme de treino nesta segunda-feira

São Paulo estreou novo uniforme de treinamento na atividade da tarde desta segunda-feira (Divulgação/São Paulo)

William Correia
18/03/2019
19:10
São Paulo (SP)

Em dia de reunião de quase uma hora da comissão técnica com jogadores e do goleiro Jean abandonando a conversa sem treinar, o São Paulo teve novidades nesta segunda-feira, reapresentação depois do domingo de folga. O atacante Everton voltou a trabalhar integralmente com o elenco e foi o dia de estreia do novo uniforme para treinamento no CT da Barra Funda.

Everton sofreu um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda na derrota para o Corinthians, ficando fora das últimas quatro partidas. É bem provável que ele fique à disposição para a decisiva partida de quarta-feira, contra o São Caetano, no Anacleto Campanella, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

O técnico Vagner Mancini comandou uma atividade em campo reduzido, e Everton foi utilizado como curinga, no meio do gramado, dando sequência às jogadas. Na maior parte do tempo, o atacante canhoto utilizou a perna direita, mas não mostrou nenhum incômodo.

O atacante Biro Biro também participou do treinamento. Ele tem sido desfalque enquanto trata estiramento leve na coxa direita, mas trabalhou sem incômodo. Já o meio-campista Liziero realizou somente exercícios separados no gramado - ainda trata entorse no tornozelo direito e dores no púbis e dificilmente será relacionado.

Em todos os jogadores, a novidade foi o novo uniforme de treinamento. A camisa tem um tom mais azulado, com a comissão técnica e os goleiros utilizando modelos completamente azuis. Também serão adotados novos uniformes para viagem. Mas, nesta segunda-feira, os únicos titulares no Choque-Rei de sábado que trabalharam no campo foram o goleiro Tiago Volpi e o atacante Pablo, enquanto o restante fez exercícios regenerativos.

Para o jogo em São Caetano do Sul, desfalques certos são o zagueiro Arboleda, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo na derrota para o Palmeiras, no sábado, e os meio-campistas Hernanes, com estiramento na coxa esquerda, e Nenê, em tratamento de trauma no joelho esquerdo. A definição para a partida será em treino sem a presença da imprensa, nesta terça-feira.

O São Paulo acumulou 14 pontos em 11 rodadas no Campeonato Paulista e enfrenta o São Caetano às 21h30 de quarta-feira, no Anacleto Campanella. O Tricolor ocupa o segundo lugar do Grupo D, com 14 pontos, e pode avançar até com empate, caso o Oeste, que tem 12 pontos, não tire a diferença de quatro gols no saldo ao enfrentar o Mirassol, no mesmo dia e horário.

Adversário do São Paulo, o São Caetano tem a segunda pior campanha do Campeonato Paulista, com sete pontos, superior somente aos quatro do São Bento, já rebaixado. O Mirassol, rival do Oeste e que pode ajudar o Tricolor, também tem chances de terminar a última rodada com o descenso decretado à segunda divisão estadual.