Tiago Volpi

Volpi defendeu duas cobranças de pênaltis no clássico contra o Palmeiras (Foto: Bruno Ulivieri/O Fotográfico)

LANCE!
08/04/2019
07:00
São Paulo (SP)

Tiago Volpi garantiu a vaga do São Paulo para a final do Paulistão ao pegar duas cobranças no confronto com o Palmeiras. Foram os primeiros pênaltis defendidos pelo goleiro, que é "especialista" no quesito.

Em seu clube anterior, o Querétaro (MEX), Volpi havia defendido 11 cobranças de pênaltis. Ao todo na carreira, ele soma 28 defesas, sendo 15 no tempo regulamentar e 13 em disputas, de acordo com levantamento feito pelo Uol Esporte.

Volpi saiu como herói do clássico, mas poderia ter sido o vilão. Isso porque ele errou a quinta cobrança que daria a classificação ao São Paulo. Depois, porém, defendeu a cobrança de Zé Rafael e garantiu o Tricolor na decisão do Paulistão.

- São circunstâncias do jogo. Não fui feliz na cobrança, mas as pessoas precisam entender e saber que hoje não fiz algo novo na minha carreira. Já tinha outros três pênaltis como profissional, em decisões. Inclusive lá no México, ganhamos título depois de uma decisão de pênaltis onde bati. Quis assumir essa responsabilidade, infelizmente não acertei a cobrança. Mas depois pude ajudar com duas defesas e acho que por isso o futebol é tão emocionante. Em uma fração de segundos, ele te faz mudar toda uma história - disse Volpi após a partida.

O goleiro também foi assunto na entrevista coletiva do técnico Cuca, que brincou com a situação.

- Tiago Volpi quase mata todo mundo, né? Estava sendo herói, dali a pouco seria vilão... O que é o futebol, né? Acabou que foi herói de novo. Gostou de emoção. Não precisava de tanto (risos) - brincou o treinador.