Flamengo x Vasco - Lucas Ribamar

Ribamar impediu a derrota vascaína (Andre Melo Andrade/MyPhoto Press/Lancepress!)

André Schmidt
14/11/2019
02:26
Rio de Janeiro (RJ)

Gol nos segundos iniciais e nos minutos finais - tanto do 1º tempo quanto do 2º. Quatro empates, duas viradas e oito gols. Um deles contra, com Danilo Barcelos, e outro com duas canetas antes de sofrer pênalti - Pikachu . Flamengo e Vasco fizeram um clássico antológico no Maracanã, recheado de emoção, reviravoltas, recorde e feitos raros.

Já haviam ocorrido outros placares bailarinos na história do duelo, como o 5 a 3 vascaíno nas Laranjeiras em 1938 e até um 6 a 4 rubro-negro em São Januário, no ano seguinte. Porém, um 4 a 4 foi a primeira vez. Único. Aliás, desde a goleada do Fla por 6 a 2 em 1943 que não haviam tantos tentos no confronto.

Esse, portanto, é o novo recorde de bolas na rede no clássico em jogos do Campeonato Brasileiro. O maior volume até então era de seis, obtidos nas vitórias cruz-maltinas de 4 a 2, em 75 e 92,  e no 5 a 1 de 2001. Aliás, desde a goleada no início do século que os vascaínos não marcavam quatro vezes contra o rival, nem por outras competições.

Números que mostram o quão atípico foi o clássico desta quarta-feira.