Whindersson e Popó 'bombaram' nas redes e na TV no último domingo (Foto: Ricardo Franzen/Divulgação FMS)

Whindersson e Popó 'bombaram' nas redes e na TV no último domingo (Foto: Ricardo Franzen/Divulgação FMS)

TATAME
01/02/2022
17:55
Rio de Janeiro (RJ)

O evento Fight Music Show, realizado no último domingo (30), em Santa Catarina, teve na luta principal o aguardado embate entre o tetracampeão mundial Acelino Popó Freitas e o youtuber Whindersson Nunes. A luta de exibição, que terminou empatada, foi um sucesso de repercussão nas redes sociais. O confronto de Boxe atingiu diversas pessoas que não estão acostumadas com a modalidade. Segundo informações do site Notícias da TV, a Globo faturou mais de R$ 7 milhões com a venda de pay-per-view (PPV) através do Canal Combate.

Ainda de acordo com a publicação, o Canal Combate teve mais de 100 mil novos usuários que assinaram o PPV para assistir ao evento. Isso representa 70% da base de assinantes. O valor da mensalidade é de R$ 69,90.

Esse número de 100 mil usuários, vale salientar, que são apenas de pessoas que compraram o PPV diretamente nas plataformas da Globo. O número somado as pessoas que adquiriram o Combate pelas operadoras de TV a cabo é ainda maior – registrando uma arrecadação superior. No entanto, ainda não há informação sobre isso.