Jon Jones foi o lutador mais testado do UFC em 2019 pelas agências de antidoping (Foto: Reprodução/Instagram)

Jon Jones anunciou que cinturão meio-pesado do Ultimate está vago (Foto: Reprodução/Instagram/@jonnybones)

TATAME
18/08/2020
11:05
Rio de Janeiro (RJ)

O instável “relacionamento” de Jon Jones com o UFC ganhou um importante capítulo na última segunda-feira (17). Exigindo uma valorização financeira por parte da organização já há alguns meses, o lutador, atualmente com 33 anos, anunciou em sua conta oficial no Twitter que deixou o cinturão meio-pesado (até 93kg) – que estava em sua posse – vago após não entrar em um acordo com a companhia a respeito do seu salário. Além disso, “Bones” deixou um “ponto de interrogação” em seu futuro no Ultimate e deixou claro que pretende lutar como peso-pesado no momento em que retornar ao cage.

- Acabei de desligar o telefone com o UFC, hoje confirmei que estou desocupando o título meio-pesado. Está oficialmente disponível. Tem sido uma jornada incrível, um sincero obrigado a todos os meus concorrentes, ao UFC e, o mais importante, aos fãs (…). A última vez que falei com UFC sobre o meu salário não houve negociação. Se isso mudar, adoraria voltar e competir novamente como peso-pesado. Até lá, estarei curtindo o UFC como fã e dando o meu melhor para cuidar da minha família e comunidade (…). E sinal de boa fé, ficarei no grupo de testes provavelmente pelo próximo semestre ou algo do tipo. Vou continuar a levantar pesos e treinar todas as diferentes artes marciais - anunciou o americano.

Vale ressaltar que Jones afirmou que pretende seguir com os testes feitos pela USADA (Agência Antidoping dos EUA), o que torna o lutador apto a retomar a qualquer momento. Ou seja, se “Bones” optar por desistir dos exames feitos pela entidade, ele precisaria passar por testes num período de seis meses para, assim, ter a liberação para poder lutar novamente em uma organização que possua as regulamentações do órgão.

Jon Jones anuncia ‘novidade’ horas depois

Se no início o tom parecia de “despedida”, horas depois de anunciar que estava deixando o seu título meio-pesado no Ultimate vago, Jon Jones voltou a se pronunciar através das redes sociais com uma importante novidade. O lutador revelou que abriu negociações com o UFC para lutar na divisão dos pesados. No último sábado (15), o atleta já havia se mostrado bastante ativo em suas mídias ao comentar a trilogia entre Stipe Miocic e Daniel Cormier, e em uma série de declarações, havia reafirmado o desejo de subir de categoria e ser campeão nos 120kg.

- Acabei de ter uma conversa muito positiva com o UFC. Parece que vamos ter negociações para minha próxima luta no peso-pesado. Boas notícias, o processo de ganho de peso está começando - anunciou.

Com um cartel de 26 vitórias e apenas uma derrota em sua carreira no MMA profissional, Jones entrou pela última vez em ação no Ultimate em fevereiro deste ano, na luta principal do UFC 247, quando derrotou Dominick Reyes na decisão unânime dos jurados após uma luta de cinco rounds.