Borrachinha vai desafiar o campeão Adesanya no mês de setembro, ainda sem local definido (Foto: Reprodução/Instagram)

Borrachinha vai desafiar o campeão Adesanya no mês de setembro (Foto: Reprodução/Instagram)

TATAME
17/08/2020
10:40
Rio de Janeiro (RJ)

No último sábado (15), durante o UFC 252, realizado em Las Vegas, nos Estados Unidos, a organização anunciou oficialmente que o tão aguardado duelo entre Israel Adesanya e Paulo Borrachinha, que terá o cinturão peso-médio em jogo, acontecerá no dia 26 de setembro, na luta principal do UFC 253, que ainda não possui um local definido. Foi o que bastou para que os fãs de MMA, desde já, entrarem na expectativa para a luta, que colocará frente a frente dois atletas que ainda estão invictos na modalidade.

A empolgação se transferiu também para Dana White. Logo após o UFC 252, o mandatário não escondeu sua satisfação com o anúncio do combate e, sem pestanejar, declarou que o esperado encontro entre o nigeriano – atual detentor do título dos médios – com o brasileiro será a “luta do ano” em 2020.

- Eu não sei o que vocês acham, mas acredito que será a luta do ano. (…) Estou muito empolgado, muitas lutas boas virão (para o restante do ano de 2020). Adesanya x Costa (Paulo Borrachinha) é a luta do ano, acredito nisso, será incrivelmente dura - projetou Dana.

Invicto nas 19 lutas que fez ao longo de sua trajetória no MMA, Adesanya fará sua segunda tentativa de defesa de título. O nigeriano conquistou o cinturão da divisão ao nocautear Robert Whittaker, em outubro de 2019, e o manteve com o triunfo sobre Yoel Romero, em março deste ano. Também invicto em seus 13 duelos realizados no esporte, Borrachinha contabiliza cinco resultados positivos dentro do octógono do Ultimate, sendo quatro deles por nocaute e o mais recente, em agosto do ano passado, por decisão unânime, também contra Yoel Romero, em luta que o credenciou à disputa de cinturão.

- Acho que pela questão de estilos, é a luta perfeita. Se você olhar do jeito que o Paulo (Borrachinha) luta, ele te pressiona, fica na sua frente o tempo todo. O Adesanya gosta de ficar longe e te acertar. Acho que esta luta será uma guerra. Os dois são verdadeiros animais e querem muito esta luta - finalizou o presidente do UFC.