Pará - Juventude

Foto: Arthur Dallegrave/Juventude

Futebol Latino
07/12/2018
08:37
Caxias do Sul (RS)

O lateral-esquerdo Pará, depois de três temporadas vestindo a camisa do Juventude onde se tornou uma das referências da torcida jaconera, não permanecerá no clube gaúcho para 2019. Mas você pode continuar jogando e se divertindo bastante usando o codigo bonus pokerstars.

O jogador de 31 anos de idade escreveu uma carta de agradecimento onde faz questão de citar os momentos felizes e também de dificuldade que viveu principalmente com relação a queda para a Série C do Campeonato Brasileiro. Sentimento esse que foi estendido aos integrantes do corpo diretivo do clube, outros funcionários, torcedores e a população caxiense em geral.

Ao todo, Pará completou 101 partidas onde teve um retrospecto bastante equilibrado em todos os aspectos: 35 vitórias, 35 empates e 31 derrotas.

Os grandes feitos ficaram por conta do acesso a Série B do Brasileirão, o vice-campeonato no Gauchão e chegar as quartas de final da Copa do Brasil (competição que o clube venceu em 1999) sendo todos esses acontecimentos logo no ano de sua chegada, em 2016.

Veja abaixo a carta de Pará na íntegra:

“Após três anos defendendo com muito orgulho a camisa do Esporte Clube Juventude, encerro minha passagem pelo Jaconero. Nesse período, aprendi muito e passei a respeitar ainda mais uma das grandes forças do futebol brasileiro, que é o Juventude.

Vivi momentos maravilhosos, entre eles: ser da capitão da equipe, conquistar o acesso à Série B, o vice-campeonato gaúcho e a bela campanha na Copa do Brasil de 2016. No entanto, também passei por momentos difíceis, como o nosso rebaixamento neste ano à terceira divisão. Infelizmente 2018 não foi um ano como eu e o clube imaginávamos e, inclusive, peço desculpas por isso.

Gostaria de agradecer aos torcedores do Juventude, aos funcionários do clube, que sempre me trataram bem, ao presidente Roberto Tonietto e ao vice Jones Bíglia, que foram corretos e leais comigo. Não posso esquecer também de externar o sentimento de gratidão ao povo de Caxias do Sul, que acolheu minha família com respeito e reconhecimento. Fiz muitos amigos na cidade. Obrigado por tudo.”