Palmeiras x Athletico

Palmeiras venceu o Athletico nos acréscimos com gol de Veiga (Cesar Greco/Agência Palmeiras)

LANCE!
19/08/2020
21:35
São Paulo (SP)

O Palmeiras, enfim, venceu um clube da Série A na temporada de 2020. Com gol no fim de Raphael Veiga o Verdão bateu o Athletico Paranaense por 1 a 0, na Arena da Baixada.

O Alviverde venceu a primeira partida no Brasileirão e findou o jejum contra clubes da Série A no ano - foram oito jogos.


A finalização de Veiga foi uma das raras oportunidades em uma partida fraca tecnicamente. Santos e Weverton foram os que mais apareceram, dando chutões e fazendo ligações diretas.

O Furacão foi melhor na primeira etapa, mas com pouca criatividade não conseguiu levar perigo. Já o Verdão, veio com uma formação diferente com Bruno Henrique e Lucas Lima no meio ao lado dos garotos Gabriel Menino e Patrick de Paula.

A mudança, porém, não surtiu o efeito esperado e o Palmeiras seguiu com dificuldades na frente. 

A melhor chance dos donos da casa veio em uma saída de bola errada de Weverton. Pedrinho finalizou na trave em chute dentro da área. O Palmeiras chegou uma vez e fez com Raphael Veiga, aos 46 minutos do segundo tempo. Gustavo Gómez cabeceou para trás, Zé Rafael chutou em Thiago Heleno e Veiga bateu firme par garantir a vitória.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO PARANAENSE 0 x 1 PALMEIRAS
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Dia/Horário: 19 de agosto de 2020, às 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos e Vinicius Melo de Lima, ambos do RN
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (PR)
Cartões amarelos: Khellven, Wellington, Vitinho e Fernando Canesin (Athletico)
Gols - Raphael Veiga, 46'2T (0-1)

ATHLETICO PARANAENSE: Santos; Khellven, Thiago Heleno, Lucas Halter e Abner; Wellington, Richard (Marquinhos Gabriel, 18'2T), Léo Cittadini (Fernando Canesin, 33'2T); Vitinho (Pedrinho, 18'2T), Carlos Eduardo (Vinicius Mingotti, 33'2T) e Nikão (Geuvânio, 31'1T). Técnico: Vinicius Silvestre

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez, Diogo Barbosa; Gabriel Menino (Zé Rafael, 28'2T), Bruno Henrique (Gustavo Scarpa, 37'2T), Patrick de Paula, Lucas Lima (Raphael Veiga, 37'2T); Rony (Ramires, 37'2T) e Luiz Adriano (Willian, 22'2T). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.