Apresentação SÉRIE B: Guarani x Paysandu

SÉRIE B: Guarani x Paysandu

LANCE!
09/11/2018
19:08
Campinas (SP)

O Paysandu quer fugir do rebaixamento a todo custo. Para isso, a equipe Bicolor terá que vencer o Guarani, no sábado, às 21h, no Brinco de Ouro, em Campinas. O Papão da Curuzu está na 17ª posição, com 37 somados, e quatro atrás do primeiro fora do Z4. O Bugre, por sua vez, já pensa no ano que vem. 

Na última partida, o Paysandu conseguiu uma vitória no sufoco sobre o Oeste e alimentou ainda mais o sonho. O Guarani, por sua vez, conseguiu apenas um empate sem gols contra o Figueirense. 

Sem nenhum desfalque por lesão ou suspensão, o técnico João Brigatti pode mandar a campo o que tem de melhor nessa partida tão importante para a equipe paraense, já que restam apenas mais três jogos e o Papão segue brigando para deixar a zona de rebaixamento.

Ciente de que a equipe bicolor necessita vencer de novo, o volante Willyam garante que o Paysandu vai propor o jogo, independente da situação da partida.

- Nós estamos indo para jogar. Se tivermos a oportunidade de irmos para cima, nós vamos. Estamos indo buscar os três pontos. Que possamos conseguir o resultado positivo fora de casa. Tem que entrar com sangue nos olhos. A situação que a gente está no campeonato é ruim, estamos a quatro pontos de sair da zona, então tem que entrar com sangue nos olhos sim - afirmou.

Do lado Guarani, o técnico Umberto Louzer já pensa na temporada de 2019, mesmo com as remotas chances de acesso para elite do futebol nacional. Para o duelo, o treinador tê baixas. O zagueiro Edson Silva pode ficar com a vaga de Fabrício na zaga, apesar de Ferreira também disputar espaço. Matheus Anjos ficaria com a vaga de Jefferson Nem, o que manteria Longuine como titular. Se Anjos não puder entrar em campo, Matheus Oliveira tem tudo para retornar.

- Vou colocar sempre força máxima, independentemente da idade. Se o Poveda continuar com essa conduta e performance, vai continuar sendo titular. Sempre trabalho com coerência. Aquele que render e mostrar seu potencial vai a campo, pois sempre prezo por quem estiver em melhores condições – disse o comandante.