CRB x Brasil de Pelotas

Reprodução Premier

Futebol Latino
18/08/2020
23:30
Maceió (AL)

Pelo Campeonato Brasileiro da Série B, no estádio Rei Pelé, o CRB conseguiu superar a retranca do Brasil de Pelotas e vencer o jogo por 1 a 0. O Galo chega aos 7 pontos e fica em 4º lugar. O Xavante permanece com 3 pontos e está na 15ª colocação.

Na próxima rodada, o CRB recebe o Vitória, no estádio Rei Pelé. O Brasil de Pelotas pega o Sampaio Corrêa, no Bento Freitas. Ambos os jogos serão realizados no dia 22 de agosto.

A partida

Apesar de um volume de jogo maior, o CRB não conseguiu transformar toda sua superioridade em grandes chances de gol. Durante a primeira etapa, o Galo sofreu para furar a defesa do Brasil de Pelotas. Foram apenas duas finalizações que levaram um relativo perigo. A primeira de Léo Gamalho no início da partida, e a segunda ocorreu no do primeiro tempo com Diego Torres.

Mas não foi só o ataque do CRB que foi mal. A equipe Xavante teve enormes dificuldades em criar oportunidades de perigo. A única chance dos gaúchos surgiu em chute de Gabriel Poveda. O atacante viu o goleiro Victor Silva adiantado e arriscou do meio-campo, mas ele conseguiu voltar a tempo e realizar a defesa.

Os alagoanos voltaram para o segundo tempo partindo para o abafa em busca do gol, enquanto os gaúchos permaneciam fechados na defesa muito mais preocupados em neutralizar o ataque do Galo.

No entanto, ao contrário do que aconteceu no primeiro tempo, as investidas do CRB eram cada vez mais perigosas. Não fosse o goleiro Rafael Martins, do Brasil de Pelotas, que defendeu os chutes de Diego Torres e Erick, o Galo teria aberto o placar antes dos 20 minutos da etapa final.

Mas se o gol não veio aos 20, ele saiu aos 24. Diego Torres recebeu passe e tocou, Léo Gamalho foi preciso e finalizou com maestria para abrir o placar para o CRB, 1 a 0.

Os alagoanos não quiseram nem saber de administrar a vantagem e continuaram pressionando em busca do segundo gol. Mas Diego Torres e Léo Gamalho pararam em Rafael Martins. Em duas oportunidades, ele salvou o Brasil de Pelotas e não permitiu que o CRB vencesse por uma diferença maior de gols.