Fernanda Teixeira*
21/07/2019
18:12
São Paulo (SP)

Tudo igual no clássico das multidões. Corinthians e Flamengo empataram em 1 a 1, neste domingo, em Itaquera. Clayson, de pênalti, abriu o placar e Gabigol igualou a partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, depois de quase seis minutos de espera pelo VAR. Com o resultado, os anfitriões permanecem em oitavo, com 16 pontos. O Rubro-Negro subiu para terceiro, com 21 e se aproximou mais dos líderes Palmeiras e Santos, com 26.

O Fla volta a campo pelo Brasileirão no próximo domingo, quando faz o clássico com o Botafogo, no Maracanã, às 16h. No mesmo dia, às 19h, os corintianos encaram o Fortaleza, no Castelão. No meio da semana, o time carioca viaja até o Equador para enfrentar o Emelec, pela Libertadores, na quarta-feira. Já os paulistas recebem o Montevideo Wanderers, do Uruguai, na quinta, pela Sul-Americana.

TABELA
> Confira como ficou a classificação do Brasileirão e simule placares

Equilíbrio inicial
Em busca de um bom resultado após a eliminação na Copa do Brasil, o Flamengo não se intimidou com a Arena Corinthians lotada foi para cima do Corinthians nos primeiros minutos de jogo. Diego obrigou Cássio a fazer boa defesa com uma bomba de fora da área. O Timão, no entanto, logo encaixou uma forte marcação e equilibrou as ações. Pedrinho fez Diego Alves trabalhar e Sornoza arriscou, mas errou o alvo. Uma trapalhada de Manoel deu a oportunidade de Gabigol abrir o placar, mas o goleiro corintiano, atento, salvou.

Duelo de estilos
A partir dos 15 minutos, a partida oscilou momentos de maior e menor intensidade. O Fla mantinha maior posse de bola, com Diego responsável pela distribuição, mas não achava os espaços para finalizar. Os comandados de Carille, do outro lado, permaneciam bem postados na defesa e levaram perigo nas bolas paradas com Gil, Manoel e Sornoza.

Timão em vantagem
Na volta do intervalo, a dinâmica da partida se inverteu e o Corinthians passou a ter mais iniciativa. E a pressão dos anfitriões surtiu efeito, quando Pedrinho deu o bote, acionou Fagner, que lançou Vagner Love em rápido contragolpe. Berrío atropelou o atacante dentro da área e o árbitro apontou pênalti. Na cobrança, Clayson bateu firme no canto direito e abriu o placar em Itaquera.

Artilheiro em ação
Jorge Jesus mexeu no time e deixou o Rubro-Negro mais ofensivo com as entradas de Bruno Henrique e Lincoln. O Corinthians, no entanto, continuou fazendo um jogo sólido defensivamente, que impedia as bolas de chegarem. Mas em um escanteio, o Fla conseguiu levar perigo. Cássio espalmou cabeçada de Rodrigo Caio e Gabigol marcou seu oitavo gol no Brasileirão no rebote. O lance precisou passar por revisão de quase seis minutos pelo VAR até ser validado.


FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 FLAMENGO


Data/Hora: 21/07/2019, às 16h (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Gramado: Ótimo
Público/ Renda: 34.737/ R$ 2.223.284,60
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) Nota L!: 6,5 - Acertou na marcação do pênalti e aplicou bem os cartões
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes de VAR: Adriano Milcvzski (RS) e Ivan Bohn (RS)
Cartões amarelos: Clayson (COR); Rodrigo Caio, Berrío, Diego, Rodinei (FLA)
Cartão Vermelho: Berrío, 48’/2ºT (FLA)

Gols: Clayson (16’/2ºT, 1-0), Gabigol (45’/2ºT, 1-1)

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel (Mateus Vital, 47’/2ºT), Júnior Urso, Pedrinho, Sornoza (Boselli, 49’/2ºT) e Clayson (Everaldo, 38’/2ºT); Vagner Love. Técnico: Fábio Carille.

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Willian Arão e Cuéllar (Bruno Henrique, 17’/2ºT); Diego, Vitinho (Berrío, intervalo) e Gerson (Lincoln, 32’/2ºT); Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini