Juventude x Botafogo-SP

Reprodução/SporTV

Futebol Latino
29/08/2020
13:07
Caxias do Sul (RS)

Sonhando com uma vaga no G4 do Brasileirão Série B, Juventude e Botafogo acabaram ficando no 0 a 0 na manhã deste sábado (29), no estádio Alfredo Jaconi. Mesmo com muita intensidade nos 90 minutos, as defesas de ambos os times acabaram levando a melhor, mantendo o marcador sem alterações.

Com isso, a equipe de Caxias do Sul acabou subindo para o 5º lugar somando agora 9 pontos, já o time de Ribeirão Preto pulou para a 7ª colocação, somando agora 7 pontos. Entretanto, ambos poderão perder algumas posições com o complemento da 6ª rodada.

O jogo

Mesmo atuando longe de seus domínios, a equipe do Botafogo não intimidou-se e, logo no início, partiu pra cima do Juventude. Apesar de muito perde e ganha no meio-campo, a Pantera assustou por duas vezes com Gustavo Henrique e Rafinha, dando trabalho ao goleiro Luis Carlos.

Aos poucos o time da casa passou a buscar mais o seu campo de ataque, na expectativa de surpreender o adversário. No entanto, a defesa do time do interior paulista mostrava-se atenta, principalmente o goleiro Darley, que em uma das chegadas, fez uma linda defesa na finalização de Breno Lopes.

Já na reta final de confronto, o panorama passou a ficar mais equilibrado até os acréscimos. Apesar das faltas, as jogadas pouco assustavam os goleiros dando a deixa para a arbitragem encerrar etapa inicial.

Sem alterações em ambos os times no retorno para o segundo tempo, praticamente nada mudou no confronto. Antes mesmo dos 10 minutos, o equilíbrio ainda ditava o ritmo em campo, com algumas chances para os dois lados.

Com o passar do tempo, a equipe do Juventude passou a apostar mais no ataque. Após as primeiras substituições, os comandados de Pintado chegaram com perigo por duas vezes, sendo em uma delas com Renato Cajá, que finalizou com perigo contra o gol de Darley.

No entanto, não deixando o time de Caxias de Sul crescer no jogo, foi a vez de Claudinei Oliveira recuar para seus suplentes com a intenção de aumentar seu poder ofensivo. E por pouco as trocas não surtiram efeito. Aos 39, Guilherme Romão acabou não conseguindo alcançar a bola no cruzamento rasteiro de Ronald, mantendo o placar sem alterações.

Até os acréscimos, pouco foram as chances criadas pelas equipes. Sendo assim, até os 51 minutos prometidos pelo árbitro, o resultado sem gols foi mantido no Alfredo Jaconi, fazendo com que cada equipe levasse ponto na classificação.