Chapecoense x Brusque

Twitter Chapecoense

Futebol Latino
09/09/2020
23:45
Chapecó (SC)

Na primeira final do Campeonato Catarinense, a Chapecoense construiu uma ótima vantagem ao vencer o Brusque pelo placar de 2 a 0, em jogo disputado na Arena Condá. A partida de volta será disputada no dia 13 de setembro, no estádio Augusto Bauer.

O Verdão do Oeste pode até perder por um gol de diferença no domingo, que mesmo assim será campeão. O Quadricolor precisa de uma vitória de pelo menos dois gols para levar o jogo para os pênaltis.

A partida

O Chapecoense começou o jogo a mil por hora. Brusque não conseguia nem respirar tamanha era pressão do Verdão do Oeste. Em quinze minutos, foram três ótimas oportunidades criadas, mas Anselmo Ramon (duas vezes) e Denner não conseguiram marcar.

A superioridade era tão grande, que o gol era questão! E ele veio, aos 20 minutos. Em cobrança de falta, a bola foi levantada na área. Após bate e rebate, ela acabou no pé de Luiz Otávio que bateu e inaugurou o marcador: 1 a 0 para a Chapecoense.

O gol deveria estimular a busca de outros gols, mas o Verdão do Oeste fez justamente o contrário. Se fechou na defesa com o objetivo de levar a vantagem para o intervalo.

A Chape conseguiu segurar o placar, mas tomou pressão e poderia ter tomado o gol de empate. Só que Thiago Alagoano não conseguiu obter êxito em sua finalização e desperdiçou a chance de igualar o placar.

O mesmo Thiago Alagoano que não aproveitou a chance no primeiro tempo, voltou a perder outra boa oportunidade no começo da etapa complementar. Ele recebeu a bola, dominou e bateu, mas a finalização saiu pela linha de fundo.

O Quadricolor continuou ao longo do segundo tempo buscando a igualdade, mas o que acabou acontecendo foi mais um gol do Verdão do Oeste. A bola foi alçada na área após cobrança de falta, a zaga do Brusque não conseguiu tirar, mas Joílson estava ligado e conseguiu completar para as redes: Chapecoense 2 a 0.

O segundo gol fez a partida diminuir de ritmo, pois o Brusque não quis atacar para não correr o risco de tomar mais no contra-ataque. A Chapecoense só fez administrar a vitória de dois gols de diferença.