Atlético-GO x Cuiabá - Copa do Brasil 2022

Equipes ficaram no empate no primeiro jogo da terceira fase da Copa do Brasil (Foto: Bruno Corsino-ACG)

Futebol Latino
21/04/2022
23:33
Goiânia (GO)

Na noite desta quinta-feira (21), no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, em jogo válido pela partida de ida da 3ª fase da Copa do Brasil, Atlético-GO e Cuiabá acabaram empatando pelo placar de 1 a 1. Os gols saíram na etapa complementar. O Dragão abriu o marcador em cabeçada de Edson, aos 25 minutos da etapa final. Também em cobrança de escanteio veio o empate do Dourado. O goleiro Luan Polli bobeou na bola levantada na área, Elton aproveitou e empatou, aos 36 minutos. O jogo de volta será realizado no dia 11 de maio, na Arena Pantanal. Caso ocorra um novo empate, a vaga será decidida nos pênaltis.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

A partida
PRIMEIRO TEMPO
CUIABÁ FICA MAIS COM A BOLA, ATLÉTICO-GO FINALIZA MAIS

Os primeiros 20 minutos de jogo em Goiânia foram de um jogo muito estudado e de poucas oportunidades de gol. Apesar de ter ficado mais com a bola nesta primeira parte da partida, o Cuiabá praticamente não assustou o goleiro Luan Polli. Já o Atlético-GO chegou a finalizar algumas vezes, mas sem que o goleiro Walter tivesse muito trabalho para efetuar as defesas.

DRAGÃO INSISTE NOS CHUTES DE FORA DA ÁREA; DOURADO APOSTA NO CONTRA-ATAQUE
Com dificuldade de entrar na defesa do Cuiabá, o Atlético-GO continuou insistindo nos chutes de fora da área para tentar ir para o intervalo com a vantagem no placar. Só que as finalizações não levavam perigo ao goleiro Walter, exceção ao chute cruzado de Dudu nos acréscimos da etapa inicial. A bola passou muito perto da trave. Já o Dourado apostou tudo no contra-ataque e teve duas boas chegadas com André, mas o atacante não conseguiu colocar a bola para dentro.

SEGUNDO TEMPO
WALTER SALVA O CUIABÁ

A etapa complementar continuou com os dois times se estudando e com dificuldade em furar as defesas para conseguir chances mais concretas de gol. E já que tocando estava difícil, em cobrança de falta da meia-lua, o Atlético-GO proporcionou o lance mais perigoso da partida até aquele momento. Jorginho encheu o pé em cobrança rasteira, e Walter mostrou muito reflexo para fazer uma gigantesca defesa.

DRAGÃO PRESSIONA E ABRE O PLACAR
O lance de perigo animou o Atlético-GO. O clube goiano passou a intensificar ainda mais a pressão e essa busca pelo gol acabou dando muito certo. Em lance de bola parada, o Dragão abriu o marcador.

Aos 25 minutos, em cobrança de escanteio de Jorginho, Edson, muito bem colocado na área e completamente sozinho, cabeceou no canto sem dar a mínima chance para o goleiro Walter: 1 a 0 para o Atlético-GO.

CUIABÁ EMPATA O JOGO
Com o 1 a 0 no placar, o Atlético-GO passou a trabalhar mais a bola e tentar ampliar a vantagem no contra-ataque. O Dragão só não contava com a bobeada do goleiro Luan Polli, aos 36 minutos.

Pepê efetuou uma cobrança de escanteio, Luan Polli saiu muito mal e a bola acabou ficando viva dentro da área. O atacante Elton estava atento na jogada e conseguiu aproveitar para colocar a bola para dentro e empatar: 1 a 1.

UMA CHANCE PARA CADA LADO NO FIM DO JOGO
No fim do jogo, cada time ainda teve uma boa oportunidade para fazer o gol da vitória. O Atlético-GO, aos 41 minutos, em um chutaço de Jefferson que carimbou a trave do goleiro Walter. Já a chance do Cuiabá surgiu nos acréscimos em bola levantada na área de Luan Polli, mas Marcão Silva acabou acertando o chute na marcação e desperdiçando a chance de virar o jogo.

ATLÉTICO-GO 1 x 1 CUIABÁ – JOGO DE IDA DA 3ª FASE DA COPA DO BRASIL
Estádio
: Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data/horário: 21 de abril de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Baralhas (ATL); Marllon, Everton, Marquinhos (CUI)
Cartões vermelhos: –
GOLS
: Edson, 25’/2ºT (1-0) (ATL); Elton, 36’/2ºT (1-1) (CUI)

ATLÉTICO-GO (Técnico: Umberto Louzer)
Luan Polli; Dudu, Wanderson, Edson e Jefferson; Baralhas, Marlon Freitas, Shaylon (Luiz Fernando, aos 17’/2ºT) e Jorginho (Montenegro, aos 37’/2ºT); Léo Pereira (Airton, aos 42’/2ºT) e Wellington Rato (Leandro Barcia, aos 42’/2ºT).

CUIABÁ (Técnico: Pintado)
Walter; João Lucas, Marllon, Alan Empereur e Uendel (Igor Cariús, aos 30’/2ºT); Marcão Silva, Pepê e Valdívia (Rodriguinho, aos 30’/2ºT); Felipe Marques (Alesson, aos 14’/2ºT), André (Elton, aos 14’/2ºT) e Everton (Marquinhos, aos 28’/2ºT).